Emiliano Sala

Piloto do avião que levava Emiliano Sala não podia voar à noite (Foto: LOIC VENANCE / AFP)

LANCE!
30/03/2019
16:30
Londres (ING)

De acordo com a emissora britãnica "BBC", o piloto do avião que caiu no Canal da Mancha no dia 21 de janeiro, causando a morte do atacante argentino Emiliano Sala, não era habilitado para realizar voos à noite. Por ser daltônico, David Ibbotson não tinha permissão para viagens noturnas.

A Autoridade Britânica da Aviação Civil foi questionada pela "AFP", mas não confirmou a informação. A "CAA" informou que a investigação segue em andamento. No último mês, a Agência Britânica de Investigação de Acidentes Aéreos (AAIB) afirmou que o avião não tinha autorização para voar comercialmente.

Sala havia acertado contrato com o Cardiff, que disputa a Premier League, e viajava para Nantes (FRA) no dia 19 de janeiro para se despedir dos companheiros de seu ex-clube. Dois dias depois o avião desapareceu. O corpo do jogador foi encontrado em 7 de fevereiro, nos destroços da aeronave.