Igor Galletti*
10/11/2018
15:10
Manchester (ING)

O clássico de Manchester entre City e United, que acontece neste domingo, às 14h30 (de Brasília), está entre os maiores da Europa na atualidade.  Apesar do desfiles de craques em campo de ambos os lados, uma rivalidade histórica tem sido um ingrediente a parte: José Mourinho e Pep Guardiola, em momentos distintos, voltam a se encontrar em um novo embate que já dura quase uma década.

Desde 2008, quando passaram a ser contemporâneos da bola, foram quatro times para Mourinho e três para Guardiola. Historicamente, o espanhol tem números superiores ao de Mourinho: venceu mais, conquistou mais títulos em cima do rival e eliminou o português em mais ocasiões. Se Mourinho vencer o duelo deste domingo vai conseguir, pela primeira vez, ser superior a Guardiola no retrospecto de confronto direto.  O L! faz um balanco da história do confronto.

1º capítulo - Internazionale x Barcelona: A tríplice coroa
A primeira partida entre os dois foi entre Internazionale e Barcelona, pela fase de grupos da Liga dos Campeões. Ironicamente, a história do confronto começa com um insosso e paradoxal 0 a 0, tendo em vista a emoção dos confrontos seguintes.

Pela Inter de Milão, foram uma vitória, um empate e duas derrotas para o Barça de Guardiola. Porém, a vitória do clube italiano, por 3 a 1, na semifinal da Liga dos Campeões 2009/2010, serviu para garantir a classificação para a final e a eliminação do rival. Na segunda partida, a vitória por 1 a 0 do Barça foi insuficiente. Era o primeiro capítulo da rivalidade.

A Liga dos Campeões daquela temporada foi um dos maiores momentos da carreira de Mourinho e de sua história com Guardiola. O português também venceria o Campeonato Italiano e a Copa da Itália, a única tríplice coroa da história dos Nerazzurri.

2º CapítuloReal x Barça: Guardiola se vinga e faz história
O bom retrospecto na Internazionale fez com que Mourinho fosse contratado pelo Real Madrid, ou seja, mais encontros contra Guardiola. A passagem do português não foi muito boa. sobretudo pelas inúmeras derrotas contra o principal rival.

No primeiro 'El Clásico' de Mourinho no Real, uma vergonhosa derrota de 5 a 0 e a marca de infortúnio que seriam os encontros com o espanhol. Mourinho venceu apenas duas partidas em 11 jogos contra o Barça. Guardiola venceu cinco e empatou quatro.

As partidas incluíram, a revanche na semifinal da Liga dos Campeões (2011/12), com um 3 x 1 (placar agregado), com dois gols de Messi, a derrota na final da Supercopa da Espanha e a eliminação na Copa do Rei (ambas em 2011/12) . Mourinho, porém, venceu a Copa do Rei de 2010/11, por 1 a 0, com gol de Cristiano Ronaldo.

3º CapítuloChelsea x Bayern de Munique: Um jogo, um título
Após as passagens em Barcelona e Real Madrid, a distância entre os técnicos aumentou. Guardiola foi para o Bayern de Munique e, nesse período, não enfrentou nem o Real (2012 a 2013) e nem o Manchester United (2015).

Mourinho, porém, entre 2013 e 2015, retornou ao Chelsea, clube que já havia conquistado a glória. Nesse período, enfrentou o Bayern de Guardiola, em uma ocasião: a final da Supercopa da Uefa de 2013. Mais uma vitória de Guardiola e um vice do português: dessa vez, após empate em 2 a 2, o Bayern venceu nos pênaltis e levantou o caneco.

4º Capítulo: United x City, o presente em Manchester
Com a rivalidade estabelecida, Mourinho e Guardiola voltariam a dividir uma Liga. A mais disputada do mundo e um grande desafio para os dois: a Premier League. Mourinho foi para o United em 2015, Guardiola foi para o City, em 2016. Desde então, foram cinco partidas e a igualdade no retrospecto: duas vitórias para cada lado e um empate.

O momento, porém, é distinto. Mourinho vive uma fase conturbada, exibe irregularidade e tem um relacionamento instável com os jogadores. O United de Mourinho pode tanto perder para o Brighton, na Premier League, quanto pode vencer, de virada, fora de casa e de forma emocionante, a Juventus, pela Liga dos Campeões, como aconteceu na última quarta-feira. 

Guardiola, por sua vez, parece que não sai do auge. Na última temporada, venceu a Premier League com facilidade e fez mais de 100 pontos. Tem um elenco, recheado de estrelas e jogadores, na mão. Lidera seu grupo na Liga dos Campeões e a Premier League. A falta do título da Champions pós-Barcelona, porém, ainda é um fardo.

Epílogo: Mou x Guardiola, os números

Desde 2008, quando se tornaram contemporâneos no mundo da bola, Mourinho teve mais partidas disputadas, mas venceu menos e perdeu mais que Guardiola, porém tem um título europeu a mais no currículo.

Mourinho: 558 jogos - 357 vitórias, 113 empates e 93 derrotas
Uma Liga dos Campeões, quatro Nacionais e uma Liga Europa

Guardiola: 539 partidas - 397 vitórias, 82 empates e 60 derrotas
Uma Liga dos Campeões e sete Nacionais

Apesar de distintos, Guardiola e Mourinho têm semelhanças que os aproximam. São queridos por muitos e odiados por alguns, vencedores e referências no futebol contemporâneo. Marcaram época com estilos bem definidos e consolidados. Os dois treinadores entraram, sem dúvidas, para a história do esporte.

*sob supervisão de Bernardo Cruz