Éder Militão - Porto x Aves

Militão foi eleito melhor defensor do mês na Liga Portuguesa por cinco meses consecutivos (Foto: Miguel Riopa/AFP)

LANCE!
14/03/2019
09:55
Madri (ESP)

Uma negociação que se arrastou pelas últimas semanas foi oficializada nesta quinta-feira. O brasileiro Éder Militão que vinha se destacando pelo Porto na temporada, foi anunciado como novo reforço pelo Real Madrid a partir de julho deste ano. A informação tinha sido veiculada pelo jornal 'Marca' na última quarta-feira e o clube oficializou a transação nesta manhã através das redes sociais. Militão assinou por seis temporadas e fica no elenco merengue até junho de 2025.

Apesar do anúncio oficial, o clube madridista não entrou em detalhes sobre os valores da negociação envolvendo o jogador. Contudo, segundo o diário espanhol, o Real pagou aos Dragões 50 milhões de euros (R$ 215 milhões), valor equivalente a sua multa rescisória. Será a segunda maior transação do futebol português, atrás apenas da venda de Hulk pelo Porto ao Zenit, da Rússia, em 2012, por 60 milhões de euros (cerca de R$ 153 milhões na cotação da época).

Militão chegou ao Porto nesta temporada proveniente do São Paulo e logo caiu nas graças da torcida. Seu bom rendimento o fez ser eleito o melhor defensor por cinco meses consecutivos (de setembro de 2018 a janeiro de 2019) no Campeonato Português. O ganhador é escolhido em uma eleição entre os técnicos da Primeira Divisão do país.

O Porto pagou 7 milhões de euros (R$ 30,6 milhões na cotação da época) para contratar Militão. Deste montante, o São Paulo ficou com 4 milhões de euros (R$ 17,3 milhões) e o restante com o estafe do jogador. Contudo, o clube brasileiro tem direito a 10% de uma possível venda. Desta forma, o São Paulo terá direito a cerca de 7,5 milhões de euros (R$ 32 milhões). Do montante, 5 milhões de euros são referentes a 10% que ficou com o Tricolor no momento da venda do jogador ao Porto. O clube brasileiro terá direito ainda a mais 2,5 milhões de euros por ser o formador do defensor