Ronaldinho Gaúcho na saída da prisão (AFP)

Ronaldinho Gaúcho segue em prisão domiciliar em Assunção, no Hotel Palmaroga, no Paraguai, em virtude da utilização de passaporte falso (AFP)

LANCE!
26/06/2020
12:25
La Plata (ARG)

Nesta sexta, o jornal argentino 'El Día', noticiou que Maradona quer Ronaldinho Gaúcho para retornar aos gramados e defender o Gimnasia y Esgrima. Segundo a publicação, o treinador do clube e grande ídolo argentino deseja contar com craque brasileiro, de 40 anos, na próxima temporada.

Vale lembrar que, Ronaldinho realizou seu último jogo oficial em setembro de 2015, quando defendia o Fluminense. Atualmente, ele está em prisão domiciliar em Assunção, no Hotel Palmaroga, no Paraguai, em virtude da utilização de passaporte falso.


De acordo com o jornal argentino, ainda não houve qualquer contato oficial entre ambas as partes, mas o clube planeja contratar o craque como estratégia de marketing para atrair público, mídia e torcida. Em 2016, o clube chegou a oferecer um contrato de 1,5 milhão de dólares por ano ao jogador, mas a proposta foi rechaçada por seu irmão Assis. 

Em abril, Diego Armando Maradona comentou sobre a prisão de Ronaldinho ao jornal 'El Día'. Na época, o argentino lamentou a maneira como o brasileiro estava sendo tratado no episódio e reforçou sua tristeza por ver o craque em prisão domiciliar no Paraguai. 

- Claro que fico triste. Não é um delinquente, ele só foi trabalhar. Seu erro é ser ídolo, parece... é meu amigo e o apoio até a morte - afirmou Maradona.