Maradona

Maradona criticou o presidente dos Estados Unidos (Foto: Imago7)

LANCE!
03/04/2019
14:47
Sinaloa (MEX)

Após a vitória do Dorados, no Campeonato Mexicano, no último domingo, o treinador Diego Armando Maradona dedicou o triunfo a Nicolás Maduro, presidente da Venezuela e fez críticas ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. A declaração, porém, está sendo investigada pela Federação Mexicana e o ídolo argentino pode ser punido.

A punição

Através de um comunicado, a entidade informou que abriu um procedimento de investigação por conta da violação dos "artigos 6, 7, 9, 10 e 11 do Código de Ética" da Federação. Os artigos determinam punição a qualquer "ato discriminatório por razões de gênero, raça, origem étnica, nacionalidade e opinião política."

O que falou Maradona
- Quero dedicar essa vitória a Nicolás Maduro e toda a Venezuela, que está sofrendo, porque os xerifes do mundo, os 'ianques', que por terem a maior bomba do mundo, acreditam que podem nos levar adiante. A nós não se compra esse ventríloquo de presidente (Trump) - disse o treinador

Panorama

O Dorados disputa o torneio clausura do México, na Segunda Divisão e busca a classificação para a Primeira. A equipe ocupa a quarta posição, com 18 pontos, oito a menos que o líder Atlético San Luis.