Logo Lance! Betting

Guia das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2026

Começa nesta quinta-feira (7) a busca pelas seis vagas diretas da América do Sul no próximo mundial de seleções

eliminatorias
Seleções duelam por vagas para a Copa do Mundo (Foto: Arte Lance)

Escrito por

Nesta quinta-feira (7), começam as Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2026. Dez seleções do continente estarão em busca de seis vagas diretas para o mundial que será disputado nos Estados Unidos, no México e no Canadá. Com isso, o Lance! traz um pequeno Guia com os destaques de cada time, o formato de disputa, as curiosidades e as datas previstas para os clássicos continentais.

+ Veja tabela e classificação do Brasileirão-2023 clicando aqui

+ Vem conhecer o Resenha de Apostas, onde você encontra as principais ofertas da Lance! Betting para lucrar com as Eliminatórias da Copa!

FORMATO DE DISPUTA

As dez seleções se enfrentam em confrontos de ida e volta entre setembro de 2023 e novembro de 2025. O sistema de disputa é por pontos corridos, ou seja, o resultado final é o acúmulo da pontuação somada ao longo das 18 rodadas. Estarão classificados para a Copa do Mundo de 2026 os seis times que mais pontuarem, enquanto o sétimo colocado ainda disputará a repescagem. O Equador inicia a disputa perdendo três pontos como punição por falsificar os documentos de Byron Castillo no último ciclo de Copa.

+ Cupom LANCEFUT com 10% OFF para os fanáticos por esporte em compras acima de R$299,90

ALTITUDE

Pegando como exemplo as cidades que sediaram os primeiros jogos desta edição das Eliminatórias da América do Sul, apenas duas delas estão acima dos 2 mil metros de altitude, ou seja, cuja localização pode afetar o desempenho esportivo. São elas Quito, no Equador, com 2.850 metros acima do nível do mar, e La Paz, na Bolívia, com 3.625 metros.

Estádio Hernando Siles - Copa do Mundo
Estádio Hernando Siles, em La Paz, na Bolívia, a mais de 3,6 mil metros de altitudes (Foto: Aizar Raldes/AFP)

INVASÃO ARGENTINA

Dos dez técnicos que iniciam a disputa das Eliminatórias, sete são argentinos. As exceções são Juan Reynoso, peruano que treina a seleção de seu país, Félix Sánchez, espanhol que comanda a seleção do Equador, e Fernando Diniz, treinador da Seleção Brasileira. Tirando Lionel Scaloni, responsável pela seleção argentina, seis "hermanos" são estrangeiros em suas equipes.

Marcelo Bielsa – Seleção Uruguaia
Marcelo Bielsa é o técnico da seleção uruguaia (Foto: Divulgação)

ARGENTINA

Técnico: Lionel Scaloni (Argentino)
Destaque: Lionel Messi - Inter Miami-EUA
Participações em Copas: 18

Atual campeã mundial no Qatar, a Argentina mescla uma nova geração com grandes jogadores que já caminham para o final de carreira. Entre eles está Messi, é claro. Apesar dos 36 anos e da indefinição sobre estar na próxima Copa, ele segue sendo o maior destaque dessa seleção. Seja lá por quanto tempo estiver no time, será o grande líder na busca por uma das seis vagas diretas para 2026.

Seleção Argentina
Os hermanos são os atuais campeões da Copa do Mundo (Foto: AFP)

BOLÍVIA

Técnico: Gustavo Costas (Argentino)
Destaque: Marcelo Moreno - Independiente del Valle-EQU
Participações em Copas: 3

Sem disputar uma Copa do Mundo desde 1994, a Bolívia quer aproveitar o aumento no número de vagas para garantir um lugar no mundial de 2026. A missão não é das mais fáceis, mas a seleção conta com Marcelo Moreno, artilheiro das últimas Eliminatórias, e com a altitude de La Paz para poder sonhar com a ida para Estados Unidos, Canadá e México.

Marcelo Moreno em treino com a seleção da Bolívia
Seleção não vai para a Copa do Mundo desde 1994 (Foto: Divulgação/FBF)

BRASIL

Técnico: Fernando Diniz
Destaque: Neymar - Al Hilal-SAU
Participações em Copas: 21

Depois de duas frustrantes eliminações em quartas de final de Copa do Mundo com Tite, o Brasil inicia um novo ciclo buscando renovação. Embora Fernando Diniz esteja no cargo, não se sabe até quando o treinador do Fluminense terá esse posto na Seleção. Enquanto isso, a aposta é, novamente, no futebol de Neymar, que está em uma nova fase da carreira ao topar o desafio de jogar na Arábia Saudita.

seleção brasileira
Brasil é o único país a participar de todas Copas do Mundo (Foto: Kirill KUDRYAVTSEV / AFP)

CHILE

Técnico: Eduardo Berizzo (Argentino)
Destaque: Alexis Sánchez - Inter de Milão-ITA
Participações em Copas: 9

A última década foi a mais vitoriosa da seleção chilena. Com dois títulos de Copa América e uma geração estrelada, o país passou a sonhar com voos mais altos no futebol mundial. No entanto, duas decepções vieram em sequência, ficando fora das Copas de 2018 e de 2022. Para 2026, com mais vagas à disposição, o objetivo é estar no próximo mundial. Assim, os chilenos iniciam as Eliminatórias com uma mescla de veteranos, como Alexis Sánchez, com novatos de olho nos Jogos Olímpicos.

Erick Pulgar e Arturo Vidal - Chile - Seleção chilena
Pulgar e Vidal, que atuam no futebol brasileiro, foram convocados pelo Chile (Foto: IVAN ALVARADO / AFP)

COLÔMBIA

Técnico: Néstor Lorenzo (Argentino)
Destaque: Luis Díaz - Liverpool-ING
Participações em Copas: 6

Fora da Copa de 2022, a Colômbia é outra daquelas seleções que nem pensam em não estar entre as seis vagas diretas para 2026. O time comandado pelo argentino Néstor Lorenzo segue reunindo jogadores talentosos e faz uma mescla de jovens com experientes. No entanto, o principal nome desse time é Luis Díaz, que sofreu com lesões recentemente e tem voltado à velha forma.

Colômbia x Iraque
Os colombianos não se classificaram para a Copa de 2022 (Foto: Divulgação/FCF)

EQUADOR

Técnico: Félix Sánchez (Espanhol)
Destaque: Moisés Caicedo - Chelsea-ING
Participações em Copas: 4

Faltou pouco para Equador garantir vaga nas oitavas de final da Copa do Mundo de 2022. Na verdade, apenas um gol separou os equatorianos de passarem de fase no Qatar. Agora, porém, o foco é retornar ao mundial e buscar novamente o objetivo. Para isso, o técnico espanhol Félix Sánchez conta com uma nova geração talentosa, que tem ganhado destaque mundial, como Moisés Caicedo, que se transformou em uma das mais caras transações da história do futebol.

equador-vence-bolivia-gracas-a-tento-de-enner-valencia-Futebol-Latino
Enner Valencia, do Internacional, é um dos principais jogadores da seleção equatoriana (Divulgação/FEF)

PARAGUAI

Técnico: Guillermo Schelotto (Argentino)
Destaque: Gustavo Gómez - Palmeiras
Participações em Copas: 8

Desde 2010 sem disputar uma Copa do Mundo, a seleção paraguaia acabou perdendo relevância na última década. Sem uma grande geração para alavancar o futebol local, viu outros países tomarem seu espaço no continente. A esperança é que com o aumento de vagas o sonho de voltar ao mundial possa estar mais perto. Quem comanda esse processo é o zagueiro e capitão Gustavo Gómez, ídolo do Palmeiras e um dos melhores jogadores em atividade no Brasil.

Paraguai x Equador
Seleção Paraguaia não vai para a Copa desde 2010 (Foto: Divulgação/APF)

PERU

Técnico: Juan Reynoso (Peruano)
Destaque: Paolo Guerrero - LDU-EQU
Participações em Copas: 5

Fora da última Copa do Mundo, o Peru deve sofrer para conseguir se classificar para 2026, mesmo com o aumento no número de vagas. A convocação de Paolo Guerrero, um dos maiores da história do país, é um sinal de que há um problema na renovação das peças. Aos 39 anos, o atacante está longe de seus melhores dias, mas segue sendo um expoente de sua seleção.

Lapadula comemora o gol marcado pelo Peru sobre o Paraguai
Peru se classificou para a repescagem da última Copa, mas não carimbou a vaga (Foto: AFP)

URUGUAI

Técnico: Marcelo Bielsa (Argentino)
Destaque: Federico Valverde - Real Madrid-ESP
Participações em Copas: 14

Em processo de reformulação, a seleção uruguaia está buscando vida após a grande geração de Cavani e Suárez. Sob o comando de Marcelo Bielsa, o objetivo é transformar esses jovens jogadores em uma nova potência mundial e seguir participando das Copas do Mundo como tem acontecido ininterruptamente desde 2010. Talvez o grande destaque desse novo momento seja Valverde, do Real Madrid-ESP. Sem outro grande nome de expressão, deve ser ele o responsável por "puxar" esse time.

Valverde - Uruguai
Valverde é um dos principais nomes desta geração do Uruguai (Foto: Divulgação/AUF)

VENEZUELA

Técnico: Fernando Batista (Argentino)
Destaque: Josef Martínez - Inter Miami-EUA
Participações em Copas: 0

Única seleção sul-americana a não ter disputado uma Copa, a Venezuela vê nestas Eliminatórias sua maior chance de garantir esse sonho. Com seis vagas diretas e uma para a repescagem, o time do técnico Fernando Batista chega com esperança e geração renovadas para lutar por esse difícil objetivo. Companheiro de Messi no Inter Miami, o atacante Josef Martínez é a grande aposta venezuelana.

Equador x Venezuela
A Venezuela nunca disputou uma Copa do Mundo (Foto: Carl DE SOUZA / AFP)

ÚLTIMOS ARTILHEIROS

2022 - Marcelo Moreno - Bolívia - 10 gols
2018 - Cavani - Uruguai - 10 gols
2014 - Suárez - Uruguai - 11 gols
2010 - Suazo - Chile - 10 gols
2006 - Ronaldo - Brasil - 10 gols
2002 - Crespo - Argentina e Delgado - Equador - 9 gols
1998* - Zamorano - Chile - 11 gols

* Primeira vez em que foi usado o atual formato de disputa das Eliminatórias, por isso o recorte a partir de 1998

circulo com pontos dentroTudo sobre

News do Lance!

Receba boletins diários no seu e-mail para ficar por dentro do que rola no mundo dos esportes e no seu time do coração!

backgroundNewsletter