LANCE!
29/12/2018
11:33
Turim (ITA)

A Juventus garantiu a sua 17ª vitória e segue imbatível no Campeonato Italiano. A partida, porém, não foi fácil. A Velha Senhora teve em Cristiano Ronaldo o seu principal destaque, com dois gols, um deles de pênalti (marcado pelo VAR). O veterano Quagliarella descontou para a Sampdoria, enquanto Saponara marcou o gol de empate, no último minuto. O juiz Paolo Valeri, entretanto, consultou novamente o árbitro de vídeo, que atestou o impedimento do italiano e anulou o tento da Samp.

Panorama inicial
Jogando fora de casa, a Sampdoria preferiu por uma formação mais conservadora. Com uma linha de três na frente da zaga, apenas um jogador de meio campo (Ramirez) e Caprari e Quagliarella no campo de ataque. A Juventus entrou em campo com o esquema tradicional, com o trio de ataque formado por Cristiano Ronaldo, Mandzukic e Dybala.

"Siiiiim"
A equipe visitando começou a partida adiantando as linhas e marcando sobre pressão. A Juve, porém, jogava com fluidez, aproveitando as pontas do campo. Antes dos cinco minutos, Cristiano Ronaldo, que estava jogando aberto pela esquerda, recebeu a bola na entrada da área, puxou para o meio e bateu cruzado. A bola quicou próximo da pequena área e venceu o goleiro Audero. 13º gol de CR7 no Italiano e mais tranquilidade para a Velha Senhora logo no início da partida.

Solidez x falta de criatividade
A Juventus continuou controlando a partida. Explorando a posse de bola e, principalmente, as viradas de bola, a Juve se aproveitava do bom desempenho e velocidade de Alex Sandro, do aporte técnico de Pjanic e da solidez defensiva, apesar do goleiro Perin se mostrar inseguro em alguns momentos. A Samp, por sua vez, tinha dificuldades na criação das jogadas e a bola quase não chegava a Quagliarella.

Juventus x Sampdoria
CR7 comemora com os companheiros (Foto: Reprodução)

Veterano artilheiro
Sem muita criatividade, a Sampdoria entrou na partida, após o juiz marcar um pênalti, alegando um toque de mão de Enre Cam dentro da área. Quagliarella foi para a cobrança, bateu forte no meio e não desperdiçou. Esse foi o 12 segundo gol do atacante no campeonato, além de ser a nona partida consecutiva que o italiano marca um gol na competição.

Pressão
Após o gol, a Sampdoria terminou o primeiro tempo com mais confiança, enquanto a Juve se retraiu. A segunda etapa, porém, a Velha Senhora voltou mais atenta, focada e na busca de ampliar o placar. Matuidi acertou um lindo chute de fora da área e Audero evitou o tento com uma grande defesa. CR7 também assustou, com um bonito chute, mas o goleiro, novamente, evitou.

Dúvida do árbitro, certeza de CR7
A Juventus atacava em bloco e pressionava, principalmente, pelos lados de campo, com cruzamentos dentro da área. Em uma dessas jogadas, o juiz entendeu que foi mão de Ferrari e apontou, de novo, um pênalti. Dessa vez, porém, o árbitro Paolo Valeri consultou o VAR antes de confirmar, de fato, a penalidade. Quem não teve dúvidas foi Cristiano Ronaldo, que converteu o pênalti e ampliou a vantagem. Foi o gol de número 100 da Juventus no ano de 2018.

Golaço, a arbitragem decisiva e três pontos
O segundo gol da Juve foi um balde de água fria na Sampdoria. A equipe visitante voltou a aceitar o estilo de jogo da Juventus e a confiança diminuiu. Com isso, a Samp ficou vítima das próprias fraquezas e parou de produzir da forma que fez no final do primeiro tempo e no início do segundo. Nos acréscimos, porém, Saponara, em um lampejo de criatividade da Samp na partida, acertou um lindo chute de fora da área e empatou o marcador. Minutos depois, o árbitro consultou o VAR e anulou o gol, porque Saponara estava impedido. Com isso, a Juventus, enfim, pode comemorar os três pontos.