Joachim Löw e Thomas Müller - Alemanha

Müller é um dos maiores nomes da história do futebol alemão (Foto: BENJAMIN CREMEL / AFP)

LANCE!
19/05/2021
17:36
Berlim (ALE)

Em sua última convocação à frente da seleção da Alemanha, uma vez que deixará o comando da Die Mannschaft no segundo semestre, o técnico Joachim Löw anunciou nesta quarta-feira a lista de convocados para a Eurocopa. O torneio começa no dia 11 de junho, e os germânicos estão no grupo da morte.

+ Veja a tabela da Eurocopa


A principal novidade ficou por conta da volta do zagueiro Mats Hummels e do atacante Thomas Müller, que não eram convocados desde o fim de 2018, após o início do processo de renovação com o fim da Copa do Mundo. Segundo Löw, o afastamento dos dois foi necessário para o rejuvenescimento, mas a volta neste momento é importante pela liderança.

- Naquela altura a decisão foi acertada, queríamos promover a renovação e dar espaço aos jovens. Mas agora para a Eurocopa temos de recorrer a eles, especialmente depois da grande temporada que tiveram - disse Joachim Löw.

Thomas Müller e Mats Hummels - Alemanha x França
Müller e Hummels na Copa do Mundo de 2014 (Foto: FRANCK FIFE/AFP)

Diferentemente do habitual, quando 23 jogadores são convocados, a Uefa permitiu que 26 atletas fossem chamados para a Eurocopa. O motivo é em virtude da pandemia da Covid-19, que pode desfalcar as seleções em eventuais casos da doença.

+ Título, Champions, Liga Europa, rebaixamento… Veja o que está em jogo na última rodada dos principais campeonatos europeus

VEJA OS CONVOCADOS
​Goleiros:
Bernd Leno (Arsenal), Manuel Neuer (Bayern de Munique) e Kevin Trapp (Eintracht Frankfurt);

Defensores: Antonio Rüdiger (Chelsea), Mats Hummels (Borussia Dortmund), Mathias Ginter (Borussia Mönchengladbach), Niklas Süle (Bayern de Munique), Lukas Klostermann, (RB Leipzig), Marcel Halstenberg (RB Leipzig), Robin Gosens (Atalanta), Robi Koch (Leeds United) e Christian Günter (Freiburg);

Meio-campistas: Joshua Kimmich (Bayern de Munique), Leon Goretzka (Bayern de Munique), Jamal Musiala (Bayern de Munique), Toni Kroos (Real Madrid), Emre Can (Borussia Dortmund), Ilkay Gündogan (Manchester City), Jonas Hoffmann (Borussia Mönchengladbach) e Florian Neuhaus (Borussia Mönchengladbach);

Atacantes:
 Serge Gnabry (Bayern de Munique), Thomas Müller (Bayern de Munique), Leroy Sané (Bayern de Munique), Kai Havertz (Chelsea), Timo Werner (Chelsea) e Kevin Volland (Monaco).