LANCE!
30/12/2018
11:53
Londres (ING)

O Chelsea encerrou o ano de 2018 com uma importante vitória fora de casa. Os Blues venceram o Crystal Palace, neste domingo, por 1 a 0, com gol de Kanté e assistência de David Luiz. O triunfo coloca a equipe de Maurício Sarri na quarta posição, com 43 pontos, dois a menos que o vice-líder Tottenham. O Crystal Palace se mantém na 14ª colocação, com 19 pontos.

Panorama inicial
O treinador Maurízio Sarri optou por um trio de ataque formado por Hazard, William e Giroud, além de Kante, Jorginho e Barkley, no meio de campo. O Crystal Palace, por sua vez, entrou em campo com uma linha de quatro na defesa e de cinco no meio campo, com apenas Zaha no comando de ataque.

Visão tática
Apesar de um esquema mais conservador, o Crystal Palace quando se lançava ao ataque ia com intensidade. Zaha, móvel, se deslocava para fora da área, enquanto Kouyate, Schlupp e Townsend também davam aporte ofensivo. O Chelsea, no início, ficou muito dependente de Hazard, com dificuldades de conectar o meio com o ataque.

Bonito, mas não valeu
Um dos motivos da dificuldade do Chelsea em criar era o erro no passe, principalmente no meio de campo. O Crystal Palace se manteve organizado em campo, mas faltava o talento individual. O que o Chelsea tem de sobra. Em uma das melhores chances, Jorginho acertou um belíssimo lançamento para Giroud, que, sem ângulo, bateu cruzado, de primeira. Golaço, mas que não valeu. O bandeirinha assinalou o impedimento, bem marcado.

Duas na trave
Próximo do fim do primeiro tempo, o Chelsea aumentou a intensidade e passou a se utilizar de outras armas. Os Blues focaram em chutes de fora da área e bolas paradas. William teve duas chances: primeiro de falta, com a bola batendo na trave; depois de fora da área, um chute rasteiro, que obrigou Guaita a fazer uma boa defesa. Jorginho, o melhor da equipe na primeira etapa, após cobrança de escanteio, também acertou a trave, em uma jogada acrobática.

Jorginho
Jorginho fez um bom primeiro tempo (Foto: Reprodução)

Kanté abre o placar
O Chelsea começou o segundo tempo logo com um gol. David Luiz, que errou muitos passes no primeiro tempo, acertou um belo lançamento "à lá Jorginho" e encontrou Kanté, que penetrou a área como elemento surpresa. O francês dominou no peito e bateu sem chances para o goleiro para a alegria do torcedor dos Blues.

De novo, Giroud?
O atacante francês não teve vida fácil na partida. No primeiro tempo, na única chance que teve, seu gol foi anulado. Na segunda etapa, a história se repetiu. Giroud recebeu passe dentro da área e bateu bonito, de novo, para marcar, mas o bandeirinha, de novo, apontou o impedimento. No minuto seguinte foi substituído por Morata.

Pressão no final
O Chelsea teve o controle de boa parte do jogo, principalmente após o gol. Nos minutos finais, o Crystal Palace intensificou as ofensivas, com o intuito de conseguir o empate. O gol, porém, não saiu. Os Eagles, com pouca criatividade, se limitaram a lançar a bola para a área, que foram bem afastadas pela defesa dos Blues. A partida terminou com o bom desempenho do Chelsea, tanto ofensivo quanto defensivo.