Maurizio Sarri - Arsenal x Chelsea

Sarri teve uma conversa séria de 50 minutos com o elenco e não deixou nem seu assistente técnico participar (Foto: Ben Stansall / AFP)

LANCE!
01/02/2019
10:14
Londres (ING)

O Chelsea sofreu uma derrota amarga, nesta quarta-feira, na Premier League: 4 a 0 para o Bournemouth. O resultado incomodou bastante o treinador Maurizio Sarri que, segundo o jornal inglês 'Daily Mail', preferiu voltar para casa, depois da derrota, sozinho e não junto dos jogadores no ônibus do clube inglês.

Portas fechadas
Após a derrota, no vestiário, Sarri falou durante 50 minutos com os jogadores, sozinho, no vestiário, vetando, inclusive, a presença de seu assistente técnico, o ex-jogador e ídolo do clube, Gianfranco Zola. O treinador quis saber a razão pelo desempenho tão ruim e o porque de ninguém ter seguido suas instruções durante o encontro.

Chelsea x Bournemouth
O Chelsa foi goleado pelo Bournemouth (Foto: Glyn Kirk / AFP)

Conversa séria
Sarri argumentou que os jogadores pareciam ignorar o que praticavam nos treinamentos e convidou a equipe a dar a sua opinião sobre o atual momento. O capitão da equipe, César Azpilicueta, em coletiva, reconheceu que os jogadores falaram "como homens" e que estava muito "chateados" com o resultado (veja os gols abaixo).

Incômodo
O problema de relacionamento é algo que permeia o atual elenco do Chelsea. O antigo treinador, Antonio Conte, deixou o clube por pressão dos jogadores. A torcida, por sua vez, tem se incomodado com Sarri, principalmente por conta da mudança de posição de Kanté, em detrimento de Jorginho, seu apadrinhado nos tempos de Napoli.