Cannavaro - Guangzhou Evergrande

Cannavaro deixou a seleção chinesa e agora foca no cargo de treinador do Guangzhou Evergrande (Divulgação)

LANCE!
29/04/2019
10:45
Pequim (CHN)

Campeão da Copa do Mundo de 2006 da Itália, o ex-zagueiro e hoje treinador Fábio Cannavaro tomou uma decisão que surpreendeu o futebol asiático. Após apenas dois jogos e menos de dois meses à frente da seleção da China, o italiano deixou o cargo nesta segunda-feira. O comandante comunicou da decisão através das redes sociais.

– Por respeito ao país que me acolheu há alguns anos, me sinto no dever de comunicar que decidi renunciar ao cargo de treinador da seleção chinesa - disse o treinador que alegou problemas pessoais para deixar o cargo, que antes era ocupado pelo compatriota Marcelo Lippi.

Nos únicos dois jogos com a China, Cannavaro somou duas derrotas. O ex-defensor de 45 anos disse também que vai focar no cargo de treinador do Guangzhou Evergrande. Ainda conforme o comunicado do italiano, a dupla função o afastaria da família.

– Gostaria de agradecer à Federação Chinesa de Futebol e ao Guangzhou Evergrande por me oferecerem a posição de treinador das duas principais equipes do país, mas essa dupla tarefa me afastaria muito da minha família. Há mais de um mês informei ao meu clube sobre a decisão de me dedicar exclusivamente ao time e aos meus jogadores (...) espero que mantendo essa posição possa contribuir para o crescimento de jovens jogadores do futebol chinês, trabalhando todos os dias com paixão e profissionalismo – completou o italiano.