Ryan estará em breve no drafy da CFL , do Canadá, em busca de seu espaço em uma das ligas mais fortes do mundo

Ryan estará em breve no drafy da CFL , do Canadá, em busca de seu espaço em uma das ligas mais fortes do mundo-(Divulgação/Arquivo Pessoal)

Valinor Conteúdo
27/03/2021
21:53
Belo Horizonte

Ryan David, atleta do Galo FA, está entre os selecionados para o draft da CFL, Liga Canadense de Football, que ocorrerá no dia 15 de abril. Ele, ao lado de Klaus Pais (Ribeirão Preto Challengers) e Luis Polastri (Timbó Rex), serão os representantes brasileiros na seleção da CFL.

Conversamos com Ryan sobre essa nova etapa. Ele estará também no Combine que será realizado nos EUA, mas de forma virtual, em breve.
O jogador foi escolhido entre os 88 atletas que irão participar do draft na CFL, em uma ação de abertura da liga para atletas de outros países, o que mostra a força do talento brasileiro.

O talento de Ryan também chamou a atenção da empresa All22 - The Global Scouting Network, especializada em scouting de atletas de futebol americano ao redor do mundo. O jogador foi convidado para o combine da Athletes in Action, que acontecerá em Xenia, Ohio, no dia 1º de abril.

Devido às restrições de viagem para os Estados Unidos, contudo, o linebacker terá que fazer sua preparação de forma virtual, mas poderá se beneficiar do conhecimento dos treinadores americanos, alguns deles com histórico de NFL. Os números atualizados de Ryan nos testes físicos serão encaminhados às franquias da CFL pela equipe de scouts da All22. Confira o bate papo com Ryan abaixo.

1 - Como você percebe esse crescimento e reconhecimento do atleta brasileiro, sendo visto por outras ligas, que culminou em uma seleção tripla para o draft da CFL? E como foi a sensação pessoal de ver seu trabalho dando frutos?

É bom ver o trabalho das pessoas que merecem, serem reconhecidas. É muito gratificante.

2- Conte seu processo mental e de trabalho para que seu nível de jogo chegasse ao ponto de ser observado fora do cenário nacional.

O meu processo mental é só de estudar do jogo e me manter fisicamente preparado. Se você estuda o suficiente e treina o suficiente, seu trabalho será reconhecido.

3- Foi mais uma porta aberta pelos jogadores brasileiros fora do país. Essa linha de superação dos nossos atletas irá ainda mais longe em quanto tempo na sua visão?

Não vai demorar muito tempo, pois tem muitos jogadores que merecem oportunidades como essa e creio que eles vão romper barreiras ainda maiores lá na frente.

4- Como está a preparação do Ryan para o draft? A “ficha” caiu? Como tem lidado com esse período que antecede o dia do draft?

Eu estou bem tranquilo, eu sei que Deus tem o melhor para mim, pois eu me preparei, fiz o que tinha de fazer e o que podia fazer. E, acredito que agora é da vontade do senhor e vou aceitar o que ele tiver pra minha vida.

5- Quais dicas você dá para quem almeja uma carreira sólida no esporte?

Trabalhem duro e se esforcem, pois esse não é um esporte baseado no talento, é baseado no trabalho duro e na dedicação. Trabalhem duro, mais, que qualquer um pode chegar lá.