josh allen buffalo bills

Josh Allen encara a marcação dos Pats (Buffalo Bills)

LANCE!
16/01/2022
01:11
Orchard Park (EUA)

Um massacre impiedoso. Josh Allen e o Buffalo Bills não tomaram qualquer conhecimento do, outrora, temido New England Patriots e amassou o rival de divisão por 47 a 17, no Highmark Stadium, em Orchard Park, pela primeira rodada dos playoffs da Conferência AFC. Disputada na noite deste sábado (15), a partida foi marcada pela baixa temperatura, além do domínio dos Bills desde o apito inicial.

Com a torcida ensandecida esquentando a noite gelada, Josh Allen foi cirúrgico, operando a defesa dos Pats, melhor da temporada regular da NFL. O quarterback tinha uma reposta para cada enigma que a defesa rival apresentava para ele nesta noite. Allen terminou a partida com 374 jardas totais, sendo 308 passadas e 66 corridas. O QB ainda passou para cinco touchdowns - acertando Dawson Knox duas vezes na end zone, mas também agraciando Emmanuel Sanders, Gabriel Davis e, até mesmo, o tackle Tommy Doyle com TDs. O running back Devin Singletary também foi brilhante no duelo contra os patriotas. O diminuto corredor anotou dois TDs na partida, e somou 81 jardas corridas.

Mas não foi só a ofensiva nova-iorquina que brilhou. A defesa de Buffalo também merece todos elogios pela partida dominante. Para início de conversa, o safety Micah Hyde fez uma das mais belas interceptações do ano num primeiro drive que aparentava ser promissor pelo lado de New England. O defensor cobriu uma imensa parte de campo, tirando o doce que estava já tocando os lábios de Kendrick Bourne e roubando a bola para si mesmo. Também no primeiro drive, porém do segundo tempo, Levi Wallace também conquistou interceptação sobre Mac Jones.

Por falar no rookie dos Pats, o quarterback teve uma tarde de altos e baixos. Jones completou 24 passes em 38 tentativas para 232 jardas e dois TDs - ambos para Kendrick Bourne, além das duas interceptações citadas. O QB viu vários de seus passes baterem nas mãos dos seus recebedores e acabarem na grama, com os drops castigando a equipe de New England e fazendo o ataque se estagnar em campo em boa parte dos drives.

Os Patriots ainda tiveram que lidar com um triste dia da, normalmente, confiável unidade defensiva. Matt Judon e companhia pouco conseguiram afetar o pocket e vencer a batalha nas trincheiras, com New England não conseguindo sequer um sack durante os 60 minutes de confronto. Surpreendeu também a dificuldade em conter o jogo corrido do rival, o que costuma ser uma das principais qualidades da defesa patriotas.