NFL x EPL

NFL e Premier League na comparação entre os times mais valiosos do mundo (Reprodução / World Soccer Talk)

LANCE!
12/09/2020
09:36
Nova York (EUA)

A NFL se iniciou na última quinta-feira com o atual campeão Kansas City Chiefs superando o Houston Texans por 34 a 20. Neste sábado, os amantes do mundo esportivo ganham mais um alento com a volta da Premier League, o campeonato de futebol mais envolvente e disputado do mundo. Na metodologia de negócios, as duas competições se assemelham, trazendo inclusive a figura de magnatas, os donos dos times, além de gordos contratos televisivos que promovem uma distribuição bastante favorável a todos os times envolvidos no certames. 

Para se ter  ideia, um levantamento da multinacional de consultoria Deloitte, referente à temporada 2018/2019, aponta que oito times da Premier League estão entre os 20 clubes de futebol mais ricos do mundo (Manchester United, Manchester City, Liverpool, Arsenal, Tottenham Hotspur, Chelsea, West Ham e Everton).

Os direitos de transmissão da Premier League de 2019 a 2022 foram vendidos por 5 bilhões de libras (cerca de R$ 30 bilhões, na cotação da época). Contratos internacionais pelo mesmo período renderam 4,2 bilhões de libras (R$ 25,2 bilhões, na cota;ão do período).

Porém, uma situação curiosa acompanha a Premier League em termos de marca global de seus times no planeta. Na lista de clubes esportivos mais valiosos do mundo, levantamento produzido pela revista Forbes e publicado no mês de julho deste ano, aponta apenas a presença de uma equipe inglesa no Top 30, no caso o Manchester United, avaliado em US$ 3,81 bilhões e propriedade da Glazer Family, que também é proprietária de uma fatia majoritária do Tampa Bay Buccaneers, franquia da NFL que hoje conta com ninguém menos que Tom Brady e é avaliada em US$ 2.2 bilhões, na 49ª posição dos clubes mais ricos do mundo. 

A diferença entre a NFL e a Premier League neste top 30 é uma goleada, com 15 franquias da liga norte-americana, entre os clubes mais valiosos do mundo, de acordo com o levantamento do mês de julho. Há 10 anos, o Manchester United era o líder da lista (R$ 1,83 bilhão). Cinco anos depois, a família Glazer adquiriu o tradicional clube inglês por 790 milhões de libras. Hoje, o Dallas Cowboys, gerido pelo magnata Jerry Jones, é o cabeça do levantamento, avaliado em US$ 5 bilhões. 

Ampliando a lista para 50 times em todo o planeta, o Manchester City aparece em 34º, com uma avaliação de R$ 2,69 bilhões, além do Chelsea, em 37º, com US$ 2,58 bilhões, e o Arsenal, em 47º, por US$ 2,28 bilhões. 

No top 10 do levantamento da Forbes, dois clubes de futebol aparecem à frente do United, os gigantes espanhóis Real Madrid (6º - US$ 4,24 bilhões) e o Barcelona (8º - US$ 4,02 bilhões). 

Proximidade com a NFL
A Premier League vem aproveitando também a popularidade da NFL em terras inglesas. Não à toa, o Tottenham Hotspur Stadium foi projetado para ser a casa da liga em Londres. A casa dos Spurs tem capacidade para 62.062 mil pessoas e recebeu na última temporada a partida entre Chicago Bears e Oakland Raiders. Jogos de futebol americano conseguem levar um público de 80 mil pessoas a Wembley, palco sagrado do futebol da bola redonda. O estádio do Tottenham tem vestiários parecidos com os dos Estados Unidos, e há ainda um centro de mídia e uma área de hosting especificamente para jogos da NFL. 

Abaixo, um vídeo da transformação da casa dos Spurs em um estádio da NFL:

Veja o '15 a 1' da NFL na Premier League no top 30 da Forbes:
​1 - Dallas Cowboys - US$ 5,5 bilhões 
7 - New England Patriots - US$ 4,1 bilhões
​10 - Manchester United - US$ 3,81 bilhões
11 - Los Angeles Rams - US$ 3,8 bilhões
​12 - San Francisco 49ers - US$ 3,5 bilhões
13 - Chicago Bears - US$ 3,45 bilhões
14 - Washington Football Team - US$ 3,4 bilhões
​17 - New York Jets - US$ 3,2 bilhões 
20 - Houston Texans - US$ 3,1 bilhões 
​23 - Philadelphia Eagles - US$ 3,05 bilhões
​25 - Denver Broncos - US$ 3 bilhões
​26 - Oakland Raiders - US$ 2,9 bilhões
27 - Green Bay Packers - US$ 2,85 bilhões 
28 - Pittsburgh Steelers - US$ 2,8 bilhões 
29 - Seattle Seahawks - US$ 2,78 bilhões 
30 - Miami Dolphins - US$ 2,76 bilhões