Jon Gruden - Head Coach do Oakland Raiders

Jon Gruden não é mais o head coach do Las Vegas Raiders (Reprodução / Las Vegas Raiders)

LANCE!
11/10/2021
23:22
Las Vegas (EUA)

Fim da linha para o head coach Jon Gruden no comando dos Las Vegas Raiders. Depois de um e-mail do treinador com comentários racistas direcionados a DeMaurice Smith, executivo da associação de jogadoes, durante o lockout de 2011 vir à tona, outras publicações foram apresentadas pelo jornal The New York Times com Gruden utilizando tons homofóbicos, misóginos e sexistas. A situação ficou insustentável e após reunião com Mark Davis, dono dos Raiders, nesta segunda-feira (11), Gruden optou por pedir demissão.

Nos e-mails apresentados pela imprensa, o agora ex-comandante atacava também Roger Goodell, comissário da NFL. As mensagens eletrônicas aconteceram no período que Gruden era comentarista do Monday NIght Football nos canais ESPN. 

O Athletic obteve um e-mail no qual Gruden fazia referência a Michael Sam, o primeiro jogador abertamente gay da NFL, contratado pelos Rams em 2014, no qual o então comentarista afirmava que Goodell não deveria ter pressionado o então técnico do Rams, Jeff Fisher, a selecionar "queers".

Em outros e-mails, de acordo com o Times, Gruden se referiu a Goodell em várias ocasiões usando calúnias e palavrões homofóbicos, e também o chamou de "vagabundo anti-futebol sem noção"; Gruden ainda criticou a escalação de mulheres como árbitras; e enviou fotos de mulheres com os seis à mostra, incluindo uma foto de duas líderes de torcida então Washington Redskings. Gruden ainda disse que Eric Reid, ex-safety de Panthers e 49ers que se ajoelhou durante o hino nacional, deveria ser demitido. 

No e-mail que estorou o caso, publicado pelo Wall Street Journal, Jon Gruden utilizou um termo racista lamentável contra DeMaurice Smith. 

"Dumboriss Smith tem lábios do tamanho de pneus Michellin", escreveu Gruden.

Mesmo assim, Gruden ainda dirigiu os Raiders nesse domingo (10), quando o time foi derrotado dentro de Las Vegas por 20 a 9 para o Chicago Bears. Na noite desta segunda-feira (11), com o pedido de demissão anunciado, Gruden divulgou um comunicado. 

“Eu pedi demissão como treinador principal do Las Vegas Raiders. Eu amo os Raiders e não quero ser uma distração. Obrigado a todos os jogadores, treinadores, funcionários e fãs da Raider Nation. Sinto muito, nunca tive a intenção de machucar ninguém", escreveu Gruden. 

Os Raiders, por sua vez, emitiram apenas uma fala de Mark Davis, dono da equipe, apontando que aceitou o pedido de demissão de Jon Gruden. O técnico interino dos Raiders será Rich Bisaccia.