Patrick Mahomes

Patrick Mahomes liderou o Kansas City Chiefs na conquista da AFC e, consequentemente, garantiu a presença de sua equipe no Super Bowl pela segunda temporada consecutiva. (Reprodução/Twitter/Kansas CIty Chiefs)

LANCE!
24/01/2021
23:05
Kansas City (EUA)

O Kansas City Chiefs garantiu presença pelo segundo ano seguido no Super Bowl ao derrotar o Buffalo Bills, por 38 a 24, garantindo a conquista da AFC, na fria noite deste domingo (24), no Arrowhead Stadium, em Kansas. Liderado pelo quarterback Patrick Mahomes, que não mostrou sequelas da concussão sofrida diante do Cleveland Browns, os Chiefs deram um pequeno susto em sua torcida depois de um princípio de partida sendo dominado pela franquia de Nova Iorque, mas acabariam prevalecendo ao final do jogo.

Motivado pela possibilidade de aparecer em um Super Bowl pela primeira vez desde 1994, o Buffalo Bills sucumbiu à qualidade do ataque adversário, mas se despede da temporada atestando que o futuro da franquia será promissor, com Josh Allen mostrando um amadurecimento muito satisfatório no comando de sua unidade ofensiva.


Mahomes, autor de três passes para TDs no triunfo sobre os Bills, agora, é o quarterback mais jovem a ser titular em dois Super Bowls na história da NFL. O camisa 15, que tinha 24 anos na última decisão do futebol americano, completará mais um ano de vida justamente na data marcada para o próximo Super Bowl, no domingo (7), em fevereiro. Ao longo da partida contra o Buffalo Bills, o quarterback dos Chiefs infernizou a vida da retaguarda adversária com a variação de passes para Travis Kelce e Tyreek Hill, que, juntos, produziram  jardas.

O jogo

A decisão da Conferência Americana começou com a posse do Buffalo Bills e, por pouco, a defesa do Kansas City Chiefs não produziu o primeiro turnover da partida. Posicionado no campo do adversário, Josh Allen forçou um lançamento para Cole Beasley, mas quase foi interceptado por Juan Thornhill. Apesar do susto, o Buffalo Bills pôde tomar a dianteira no placar após o field goal de 51 jardas convertido pelo kicker Tyler Bass.

Na primeira oportunidade de ataque do Kansas City Chiefs, Patrick Mahomes buscou duas tentativas de conexão para seus recebedores e um hand off para Clyde Edwards-Helaire avançar pelo meio, mas sem sucesso. Sem outra opção, os mandantes tiveram que devolver a bola para os Bills.

Era hora do Sobrenatural de Almeida, famoso personagem de Nélson Rodrigues, deixar o Brasil e desembarcar no gelado Arrowhead Stadium. Depois de uma campanha que não resultaria em pontos, o Buffalo Bills contou com um inesperado fumble de Mecole Hardman na hora de chamar o fair catch, proporcionando primeira descida para o gol para a equipe do norte de Nova Iorque. Sem vacilar, Josh Allen acionou Dawson Knox para ampliou a vantagem dos Bills. Entretanto, Tyler Bass acabaria desperdiçando a tentativa de ponto extra: 9 a 0.

Depois do início ruim, o Kansas City Chiefs conseguiu entrar no jogo no segundo quarto da partida. Patrick Mahomes, na redzone dos Bills, acionaria Mecole Hardman para marcar o primeiro touchdown da equipe e, de quebra, se redimir do turnover cometido no quarto anterior.

O touchdown de Hardman inverteu a dinâmica da decisão. Se o Buffalo Bills havia entrado pilhado, o momento passaria a ser bastante favorável para os Chiefs. A defesa anulou Josh Allen, com direito a pressão de Tyrann Mathieu no quarterback adversário e o ataque, depois de um retorno de punt de 50 jardas, novamente feito por Mecole Hardman, produziu a virada no marcador, com o TD terrestre feito por Darrel Williams: 14 a 9.

O terceiro touchdown do Kansas City Chiefs não demoraria a sair. Sem ter a receita de como parar o ataque oponente, o Buffalo Bills virou presa fácil para os passes de Patrick Mahomes, incluindo três conexões em sequência do QB utilizando Travis Kelce, por duas vezes, e outra para Tyreek Hill. Desnorteada em campo, a defesa dos Bills não teve resposta para a corrida pelo meio de Edwards-Helaire e a partida ficava totalmente favorável para o Kansas City: 21 a 9.

Pressionado depois de ceder 21 pontos consecutivos, o Buffalo Bills desperdiçou um drive promissor, alcançando a redzone dos Chiefs, mas sem possibilitar opções viáveis de conexão para Josh Allen utilizar na busca pelo touchdown. Conservador, o técnico dos Bills, Seam McDermott, não quis tentar a quarta descida para o gol e optou por garantir mais três pontos no marcador com o kicker Tyler Bass: 21 a 12.

Segundo tempo

O final do intervalo trouxe as duas equipes se alterando na marcação de field goals. Harrison Butker e Tyler Bass não tiveram maiores dificuldades para converter os chutes de 45 e 27 jardas, respectivamente.

Assim como no início da partida, os Chiefs precisaram de um tempo para começar a encaixar suas jogadas efetivas. Depois de sofrer um sack, Patrick Mahomes encontrou Tyreek Hill pelo meio e viu seu recebedor ligar o turbo, costurar a defesa dos visitantes e correr 71 jardas no total, proporcionando primeira descida para o gol, que depois de duas jogadas e um holding dos Bills, acabaria no TD anotado por Travis Kelce: 31 a 15.

O déficit no placar faria com que Josh Allen buscasse o jogo de passes na busca pelo touchdown, na busca por recolocar o Buffalo Bills na partida. O camisa 17 da equipe até conseguiu conectar cinco lançamentos, mas acabaria interceptado por Rashad Fenton quando Josh Brown pelo lado esquerdo de seu ataque.

O erro de Allen não passaria batido pelo Kansas City Chiefs. Patrick Mahomes utilizaria bastante o jogo corrido e, após pouco mais de cinco minutos de campanha, os Chiefs praticamente sacramentariam a vitória, com Travis Kelce aparecendo livre para catar o lançamento de Mahomes e marcar seu segundo TD no jogo: 38 a 15.

Ainda daria tempo para o Buffalo reduzir a diferença no duelo após a campanha bem sucedida orquestrada por Josh Allen. Depois de avançar 63 jardas, o quarterback da franquia nova-iorquina encontraria Isaiah McKenzie livre para fazer a catada na endzone dos Chiefs: 38 a 21. Na busca pela conversão de dois pontos, Allen sofreria sua segunda pick no jogo, desta vez por Bashaud Breeland.

Ainda daria tempo para os Bills recuperarem a posse da bola após a tentativa de onside kick Tyler Bass resultar na recuperação de Tremaine Edwards. Bass que, na sequência, converteria seu quarto FG no confronto para fechar o jogo em 38 a 24.