Colin Kaepernick

Com frequência, Colin Kaepernick posta fotos e vídeos de seus treinos nas redes sociais (Instagram/Reprodução)

LANCE!
10/09/2020
18:46
Nova York (EUA)

O assunto Colin Kaepernick, mesmo fora da NFL desde 2017, parece que nunca cessa. Desta vez, Roger Goodell, comissário da liga, em entrevista à emissora NBC, declarou que encoraja as franquias a assinarem com o quarterback.

- Eu conversei com várias franquias sobre esse assunto. E eu os encorajo (a assinar com Kaepernick) e eu adoraria vê-lo jogar novamente – declarou.

Kaepernick, que voltou à NFL ao menos no videogame Madden 21, foi titular e estrela do San Francisco 49ers, de 2012 a 2016. No entanto, após protestar, ao ajoelhar durante o hino norte-americano, contra violência contra negros nos Estados Unidos, Kaepernick foi esquecido pela liga, e nenhum time quis contar com seus serviços.

Em 2020, contudo, parece que a história mostrou que o camisa 7 tinha toda razão. Com a crescente exposição de abordagens desmedidas por parte de autoridades policiais contra a população negra nos Estados Unidos, algumas delas ocasionando mortes, a NFL endureceu seu discurso contra o racismo institucional. As franquias e os jogadores têm se pronunciado de forma contundente e trazendo o assunto à luz com frequência. A NFL, inclusive, vai permitir que os atletas tenham nomes de vítimas de injustiça social em seu capacete nesta temporada.

Goddell, inclusive, chegou a afirmar que a liga errou ao lidar com os protestos em 2016.