Jadeveon Clowney

Tennessee Titans Twitter

LANCE!
07/09/2020
16:12
Estados Unidos

O defensive end Jadeveon Clowney assinou na noite de domingo contrato de um ano com o Tennessee Titans para disputar a temporada 2020 da NFL, com valor total de 15 milhões de dólares (R$ 79 milhões). Contudo, o jogador poderia ter como destino o Baltimore Ravens, de acordo com Mike Florio, da NBC, caso a NFL permitisse uma estratégia de assinatura bem incomum.

A novela é complexa e envolve também o New Orleans. A franquia da Louisiana tentou formular e ganhar permissão da liga um formato de “sign and trade” com o jogador e um terceiro time. A ideia era que Clowney assinasse com o Cleveland Browns e, na sequência, fosse trocado com os Saints.

Essa estratégia visava “contornar” o sistema de teto salarial da liga. Com bastante espaço no teto salarial, ao contrário dos Saints, os Browns assumiria parte do salário de Clowney, e receberia como recompensa uma escolha de draft e, provavelmente, algum jogador da franquia de New Orleans.

No entanto, a NFL não deu sinal positivo para a medida e freou o sonho dos Saints.

O que não se sabia, contudo, foi que o Baltimore Ravens estava monitorando a situação e seria o destino de Clowney, que, aparentemente, queria atuar no time, caso a negociação fosse permitida pela NFL. Os Ravens já tinham definido com o Jacksonville Jaguars que Clowney assinaria com o time da Flórida e seria repassado ao Baltimore na sequência. Com o teto salarial próximo do limite, a medida permitiria flexibilidade financeira à franquia de Maryland.

Com a liga vetando a incomum estratégia de assinatura, Clowney optou por se dirigir a Nashville e firmar contrato com o Tennessee Titans, que tinha espaço de sobra em seu teto salarial para acomodar os 15 milhões de dólares que o defensive end solicitou.