Danilo Boza em apresentação no Figueirense

Foto: Andrey de Oliveira/FFC

Futebol Latino
12/09/2019
11:13
Florianópolis (SC)

Após semanas onde notícias extra-campo e a ausência de vitórias pós W.O. marcaram o dia a dia do Figueirense, o clube da capital catarinense pode saborear uma sequência positiva de informações até aqui.

Na última quarta-feira (11), o clube apresentou no período da tarde usando a área de coletiva dentro do CT do Cambirela o lateral-direito Danilo Boza, jogador de 21 anos de idade revelado na base do Mirassol e que, após passagem pelo Braga, de Portugal, chega por empréstimo do clube paulista ao Figueira.

Em suas primeiras palavras, além de explicar suas principais características, ele relata o quão importante é chegar a uma equipe que pode lhe dar a oportunidade de jogar uma competição nacional:

- É uma oportunidade muito boa (chegar ao Figueirense), importante para a minha carreira. Vim aqui pra ajudar o Figueirense da melhor forma possível. Estou à disposição do professor Eutrópio. Sou um lateral defensivo, mas que também apoia bastante o setor ofensivo. Gosto de participar do ataque. Atuo também como zagueiro. Participei bem de dois amistosos, fiz bons jogos. Já conversei com o Eutrópio, expliquei minhas características. Já estou adequado para ajudar o time da forma que ele precisar.  

Matheus Destro comenta recuperação

Depois de realizar cirurgia no último dia 15 de agosto para se recuperar de fratura no tornozelo esquerdo, o lateral-esquerdo Matheus Destro intensificou os trabalhos de fisioterapia e aproveitou para elogiar o procedimento médico realizado.

Com a previsão de voltar somente em dois meses para os gramados, Matheus reconhece a lamentação do fato ter ocorrido justamente quando tinha o "domínio" da titularidade no setor ao passo que também entende a exposição natural a lesões no caso de qualquer atleta:

- Graças a Deus correu tudo bem. Os profissionais que me atenderam, Dr. Fernando Lima e Thiago Martins, fizeram um excelente trabalho e agora é dar sequência nesse processo de recuperação. Estão sendo dias intensos de tratamento para que o retorno seja o mais breve possível.

- Infelizmente são coisas que podem acontecer na nossa profissão. Fiquei muito chateado com a lesão e pelo momento que ela aconteceu. Queria estar em campo ajudando o clube e meus companheiros, mas vou continuar na torcida e ajudando no que estiver dentro do meu alcance - acrescentou Matheus Destro.