Corinthians x Santos

Ramiro na marcação de jogador do Santos no domingo (Foto: Ricardo Moreira/Fotoarena)

Marcio Porto
15/01/2019
07:55
São Paulo (SP)

O amistoso contra o Santos no último domingo na Arena trouxe sinais de como o técnico Fábio Carille pretende utilizar alguns dos reforços contratados para a temporada 2019. Quatro deles estrearam no clássico e havia expectativa sobre em que parte do campo atuariam, principalmente nos casos de Ramiro e Sornoza, contratados de Grêmio e Fluminense, respectivamente. Ambos, pelo que indicou Carille, terão de se adaptar.

Ramiro foi escalado como segundo volante, atuando por dentro, com a missão de chegar ao ataque. Após o jogo, Carille confirmou que é assim que pensa o jogador no time. No entanto, o novo camisa 28 do Corinthians terá de se readaptar à posição, já que vinha jogando de outra forma no Grêmio.

- Eu estou enferrujado, pois faz uns dois anos que atuava mais aberto, como um ponta dando suporte por ali. Mas falei com o professor, me coloquei à disposição e o importante é ajudar - afirmou Ramiro. 

Já Sornoza deve fazer o caminho inverso. O meia disse a Carille quando chegou que sua preferência é por atuar na armação por dentro, mas no domingo jogou mais aberto. O equatoriano, na visão inicial de Carille, deve ter basicamente duas funções: com a bola, faz dupla de meias com Jadson, vindo de fora para dentro e ajudando a construir as jogadas. Sem a bola, ele fecha o corredor do lado esquerdo, formando uma segunda linha de quatro - Jadson e o centroavante marcam a saída de bola. 

Outros dois reforços estreantes, o volante Richard e o atacante André Luis atuaram da forma que estão mais acostumados; na cabeça de área e aberto pelo lado direito, respectivamente. Richard também pode atuar como segundo volante. Já André teve destaque como ponta, e deu a assistência para Gustagol, de volta ao clube, marcar o gol do Corinthians no clássico. 

A tendência é que os quatro reforços sejam mantidos para a estreia no Campeonato Paulista, no próximo domingo contra o São Caetano na Arena. Carille disse que vai definir o time titular até esta quarta-feira. Assim, será possível ver mais da nova cara do Timão, que bebe na fonte do passado. 

- A ideia é ter dois meias. Como Jadson e Renato Augusto em 2015 e Rodriguinho e Jadson em 2017 - afirmou Carille. 

Dos contratados, o lateral-direito Michel Macedo atuou em sua função no segundo tempo, bem como o atacante Gustavo Mosquito, como ponta aberto pela esquerda. Quem ainda não estreou foi o centroavante Mauro Boselli, que está em viagem no México. Já o zagueiro Manoel deve ir ao clube nesta terça-feira para finalizar detalhes da contratação.