David Nascimento
30/10/2019
22:32
Rio de Janeiro (RJ)

Sem qualquer dificuldade, o Palmeiras recebeu o São Paulo na noite desta quarta-feira, no Allianz Parque, e saiu de campo com a vitória por 3 a 0. O resultado, inclusive, poderia ter sido maior, diante da superioridade mostrada no duelo, o que fez os palmeirenses nas arquibancadas gritarem até "olé" - com merecimento, diga-se de passagem. Os gols, marcados por Bruno Henrique, Felipe Melo e Gustavo Scarpa, fazem o time comandado por Mano Menezes seguir na cola da liderança da competição.

Com o resultado, o Palmeiras chega a 60 pontos, na vice-colocação do Campeonato Brasileiro, a sete pontos do Flamengo, atual líder que faz o jogo da rodada nesta quinta, contra o Goiás. O São Paulo permaneceu com 49 pontos, em quarto lugar. Ambas as equipes voltam a campo pela competição no sábado - enquanto o Verdão recebe o Ceará, o Tricolor visita a Chapecoense.

CLIQUE AQUI PARA CONFERIR E SIMULAR A TABELA DA COMPETIÇÃO

CHOQUE-REI DE PRESSÃO!
O Choque-Rei foi de pressão, mas mais do Palmeiras do que o São Paulo, que pouco fez. Não demorou muito para o time de Mano Menezes sair na frente do marcador. Aos 11 minutos do primeiro tempo, Dudu foi lançado, disputou com Arboleda, que se atrapalhou, Deyverson pegou a sobra e mandou para o gol, Tiago Volpi acabou dando rebote e Bruno Henrique, no contrapé, estufou as redes tricolores, 1 a 0. Sem dar chance para a equipe de Fernando Diniz, o Verdão seguiu pressionando mesmo na frente - nos minutos seguintes, Deyverson, Dudu e Zé Rafael criaram boas oportunidades.

POUCA REAÇÃO
Pecando com a falta de criação, efetividade, de movimentação, de tudo, o São Paulo não esboçava nenhum poder de reação. O Palmeiras, incontestável, seguia pressionando na busca do gol. Deyverson chegou a marcar aos 29 minutos do primeiro tempo, mas o árbitro, corretamente, anulou o lance por falta em Daniel Alves. O volume palmeirense seguia em uma crescente, até que aos 41 minutos, o 2 a 0 foi assinalado por Felipe Melo, aproveitando cruzamento de Dudu. O próprio Dudu, antes do intervalo, quase deixou a sua marca, acertando a trave.

ADMINISTRA ATÉ A VITÓRIA!
Na volta do segundo tempo, o São Paulo seguiu dormindo, enquanto o Palmeiras seguia ligado no 220 para aproveitar espaços de olho em uma vitória com placar maior. Administrando, o 3 a 0 saiu pelos pés de Gustavo Scarpa - aos 11 minutos da etapa final, aproveitou contra-ataque com passe de Zé Rafael, saindo cara a cara com Volpi, que nada conseguia fazer. No fim, Raniel acertou a trave para o São Paulo, mas ficou nisso. Vitória tranquila, tranquila do Palmeiras por 3 a 0, em um jogo que se tivesse tido mais dois, três gols, não teria sido nenhum exagero.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 3 X 0 SÃO PAULO


Estádio: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data/hora: 30/10/2019 - 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (SP) - Nota LANCE!: 6,5 (não influenciou no resultado)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (SP) e Neuza Ines Back (SP)
Árbitro de vídeo: Jose Claudio Rocha Filho (SP)
Gramado: Bom
Público/renda: 29.481 torcedores/R$ 1.731.916,80
Cartão amarelo: -
Cartão vermelho: -

GOLS: Bruno Henrique 11'/1ºT (1-0), Felipe Melo 41'/1ºT (2-0) e Gustavo Scarpa 11'/2ºT (3-0)

PALMEIRAS: Weverton, Marcos Rocha (Jean 21'/2ºT), Gustavo Gómez, Vitor Hugo e Diogo Barbosa; Felipe Melo (Thiago Santos 22'/2ºT) e Bruno Henrique; Dudu, Gustavo Scarpa e Zé Rafael (Willian 29'/2ºT); Deyverson. Técnico: Mano Menezes.

SÃO PAULO: Tiago Volpi, Daniel Alves, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Luan (Igor Vinícius intervalo), Tchê Tchê e Igor Gomes; Antony, Vitor Bueno (Hernanes 31'/2ºT) e Alexandre Pato (Raniel 16'/2ºT). Técnico: Fernando Diniz.