Gabriel Carneiro e Gabriela Brino
09/07/2017
21:25
Santos (SP)

O clássico da Vila Belmiro foi definido por Copete. O atacante marcou três vezes e teve a melhor avaliação do Peixe em casa. Do outro lado, o estreante Arboleda foi o destaque tricolor e o goleiro Renan Ribeiro teve noite rui. Confira as avaliações de Santos e São Paulo:

ATUAÇÕES SANTOS:

6,0
Vanderlei

Estava bem na partida até espalmar para o meio da área no lance do primeiro gol do São Paulo. Não tinha o que fazer no segundo.

6,0
Victor Ferraz

Comparada a partida contra o Atlético-PR, Victor esteve melhor nesta
noite. Fez cortes precisos e deu bons passes.

6,5
Lucas Veríssimo

Esteve atento ao posicionamento e marcou bem a defesa adversária.
Fundamental para Vanderlei.

6,0
David Braz

Cortou, roubou bola e deu conta do recado. Mas cometeu erro bobo e
gerou falta perigosa para Vanderlei.

6,5
Jean Mota

Cada vez mais adaptado à lateral esquerda, Jean errou poucos passes.
Acertou passes e lançamentos.

6,5
Renato

Errou alguns passes, mas ajudou grandemente a defesa do Santos.
Roubou algumas bolas, mas acabou substituído.

6,5
Thiago Maia

Apareceu e rendeu mais do que o normal. Deu bons passes e manteve o
ritmo ofensivo no segundo tempo.

7,0
Lucas Lima

Com a ausência de Bruno Henrique, não conseguiu criar tanto quanto
gostaria. Mas foi peça-chave para a vitória do Santos.

6,5
Thiago Ribeiro

Mal sentiu a falta de ritmo e deu tudo de si em campo. Teve uma
atuação regular. Errou alguns passes, mas não prejudicou.

8,5
Copete

Copete brilhou na Vila Belmiro e marcou os três gols do Santos.
Atento e rápido o colombiano jogou machucado (tem uma queimadura na
barriga).

7,0
Kayke

Puxou contra-ataque e deu assistência no segundo gol do Santos. Ótima
fase para o camisa 11.

6,0
Leandro Donizete

Trouxe boa movimentação para o meio de campo e ajudou o ataque
santista.

6,5
Arthur Gomes

Trouxe um novo gás para o Santos e roubou algumas bolas. Sentiu um
pouco com a falta de ritmo, mas não prejudicou.

-
Vladimir Hernández

Não jogou o tempo suficiente para ter nota.

7,0
Levir Culpi

Acertou nas substituições e conseguiu a vitória em mais um clássico.
Trouxe um novo gás para o Santos e roubou algumas bolas. Sentiu um
pouco com a falta de ritmo, mas não prejudicou.

ATUAÇÕES SÃO PAULO:

4,0
Renan Ribeiro

Falha feia no primeiro gol do Santos, dando rebote no meio da pequena área, e pulo atrasado no lance do segundo. Não foi sua noite.

4,5
Buffarini

Errou todas as tentativas de cruzamento e deu espaços na marcação. É voluntarioso, mas tecnicamente peca. Tomou até um drible humilhante.

6,5
Arboleda

Falhou no posicionamento do segundo gol, mas mostrou qualidade na maior parte do jogo, com desarmes, saída e um gol valioso na estreia.

4,5
Rodrigo Caio

Número exagerado de passes errados, dificultando a já pobre saída de bola do São Paulo. No fim deu trabalho aos santistas nas jogadas aéreas.

4,0
Júnior Tavares

Passe errado durante ataque gerou contra-golpe do Santos, que marcou o segundo gol. Além de ter comprometido neste lance, pouco contribuiu.

5,5
Jucilei

Líder de desarmes do São Paulo, ainda tentou contribuir com chegadas ao ataque. Foi o mais lúcido do setor de criação, mesmo sendo volante.

5,5
Petros

Mais recuado que o costume, teve trabalho com as descidas de Lucas Lima e não fez feio. Ajudou com desarmes e poucos passes errados.

5,5
Jonatan Gomez

É ativo, participa da maior parte dos lances ofensivos, mas sentiu a falta de entrosamento com os novos companheiros. Deu pouca dinâmica.

4,0
Marcinho

Deixou Denilson na cara do gol no primeiro tempo, mas fora isso não teve participação efetiva na construção ofensiva. Errou três cruzamentos.

4,0
Lucas Pratto

É voluntarioso e se impõe dentro da área, mas não teve noite de muita inspiração. Apenas três finalizações, duas erradas, e um pênalti perdido.

4,0
Denilson

Duas finalizações, mas um número exagerado de erros de passe que atrapalharam a fluidez das jogadas. Ainda perdeu boa chance de marcar.

6,0
Shaylon

Apesar da fogueira, conseguiu contribuir com o gol de honra em lance de oportunismo no segundo tempo. Pouco errou passes enquanto jogou.

6,0
Lucas Fernandes

Mostrou qualidade com a bola no pé, mas teve dificuldades em recompor o sistema defensivo. Participação fundamental no gol são-paulino.

5,5
Wesley

Pouco tempo em campo, mas ainda assim deu tempo para dois desarmes e alguma participação ofensiva. Bem melhor que Buffarini.

6,0
Pintado

Fez substituições que colocaram o São Paulo no jogo depois de um início fraco e sem reação. Mostrou que o elenco tem peças de muito valor.