Nikão

Nikão marcou o único gol do jogo em Montevidéu (Foto: Divulgação/Gustavo Oliveira/Athletico-PR)

LANCE!
20/11/2021
19:19
Montevidéu (URU)

No estádio Centenário, em Montevidéu, no Uruguai, o Athletico-PR venceu o Bragantino por 1 a 0 e se sagrou bicampeão da Copa Sul-Americana. Autor do gol do título, eleito melhor em campo na decisão e artilheiro do time na campanha, Nikão destacou em entrevista após o jogo a experiência do clube em competições de mata-mata.

- É um grande trabalho que vem sendo realizado não só neste ano, mas ao longo de um grande período. Já se vão sete anos neste clube. A instituição merece, essa torcida que fez todo o esforço para estar aqui em outro país nos apoiando merece (...) A gente aprendeu a jogar esse tipo de competição de mata-mata, viemos maturando ao longo dos anos, uma equipe madura, experiente, formada por jogadores que já jogaram muitas finais - afirmou o camisa 11.

Em outro momento de sua fala, o atacante dedicou o título a pessoas especiais e incluiu o ex-técnico do clube, o português António Oliveira.

- Gostaria de dedicar aos meus filhos, à minha esposa, à minha família, todos aqueles que estão me apoiando. Também queria dedicar ao António Oliveira, que foi o responsável por começar esse processo, uma pessoa extraordinária e esse título também é dele - declarou.

Com a conquista no Uruguai, o Athletico-PR chegou à sua segunda conquista do torneio. A primeira taça veio em 2018, quando o time comandado por Tiago Nunes bateu o Junior Barranquilla, da Colômbia, na final.