Santos x Chapecoense

O gol de Leandro Pereira, aos 26 minutos do primeiro tempo, garantiu os três pontos para os catarinenses. O Galo agredece- Ale Vianna/Eleven

Valinor Conteúdo
12/11/2018
21:56
Belo Horizonte

A sorte parece bater na porta do Atlético-MG mais uma vez. Após o bom jogo diante do Palmeiras, o Galo ganhou uma mão do destino para se manter no G6 do Brasileiro e ficar vivo na disputa por uma vaga na fase preliminar da Libertadores de 2019.

Com a derrota do Santos para a Chapecoense, o time paulista perdeu a chance de assumir o sexto lugar e depender apenas dos seus esforços para obter a vaga. A dependência da próprias pernas agora é uma prerrogativa do Atlético-MG, que agora tem 47 pontos, contra 46 do Santos e pode ampliar a vantagem caso vença o lanterna Paraná, quarta-feira, no Durival de Brito, em Curitiba.
O time catarinense bateu o Santos por 1 a 0 no jogo desta segunda-feira, que fechou a 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, jogando a equipe paulista para a 8ª posição na tabela.

Enquanto o Galo encara o rebaixado Paraná, o Peixe vai ao Rio duelar com o Flamengo, que lutar para ficar no G4 e se classificar direto para a fase de grupos da Libertadores. O jogo será na quinta-feira, dia 15 de novembro, o que dará apenas dois dias de descanso para o time comandado por Cuca.

E isso pode ajudar o Galo a ampliar a vantagem sobre o rival paulista e ficar de olho no xará paranaense, que está com 46 pontos, um a menos que o time alvinegro, mas que também terá um jogo duro, contra o Vasco, lutando para não cair para a Série B, em São Januário, na quarta-feira, dia 14.