Nádima tem a missão de levar o América-MG a uma campanha melhor no Brasileiro Série A2

Nádima tem a missão de levar o América-MG a uma campanha melhor no Brasileiro Série A2-(Divulgação/América-MG)

Valinor Conteúdo
29/03/2021
19:19
Belo Horizonte

O América concretizou a contratação da nova treinadora para a equipe feminina, que assume o lugar de Jaqueane Corrêa, que recebeu proposta de uma equipe da Série A1. Nádima Skeff, de 30 anos, chega ao Clube para o início da nova temporada. No último ano, a treinadora estava no Minas Brasília Futebol Feminino-DF, clube no qual atuava como auxiliar técnica da equipe feminina.

Natural de Brasília-DF, Nádima tem experiência de 14 anos como jogadora (de 2005 a 2019) e desde 2013 atua, simultaneamente, nos bastidores do futebol. Sua formação acadêmica inclui o bacharelado em Ciências da Saúde, pela Armstrong State University (Savannah, EUA), mestrado em Cinesiologia com foco em Nutrição Esportiva na Georgia Southern University (Statesboro, EUA) e mestrado – em andamento – em Educação, Liderança e Educação de Adolescentes pela Rhode Island College (Providence, EUA). A nova técnica do América também realizou cursos de capacitação de treinamento – FA Level 2 and Level 1 – promovidos pela Federação Inglesa de Futebol. Atualmente, ela vem se certificando para obter a Licença B do curso de treinadores promovido pela CBF.

-Gostaria de agradecer a oportunidade de, a partir de agora, colaborar com este Clube. É uma honra fazer parte do América. Posso garantir que o trabalho feito na temporada será de muito respeito e profissionalismo em prol da evolução do Clube e da modalidade. Apesar de todos os desafios que o mundo está enfrentando, espero poder potencializar o trabalho que já foi iniciado pelo América, preocupando também com a segurança de todos os envolvidos neste momento. Quero colaborar em busca de resultados positivos, onde o crescimento pessoal e profissional seja visto dentro e fora de campo- comenta Nádima.

A nova treinadora contará com a ajuda da auxiliar técnica Talita de Oliveira, do preparador físico Hiron Júnior, do preparador de goleiros Carlão, além da médica Flávia Magalhães e das fisioterapeutas Bárbara Braz e Luanda Azevedo para comandar a equipe nesta temporada. Os profissionais citados já faziam parte da comissão técnica da equipe. Os trabalhos remotos das Coelhinhas estão sendo realizados desde o início de fevereiro, sob a direção do coordenador técnico Eliney Melo.

A direção do Clube realizou um processo seletivo, no qual buscou alguém com experiência dentro e fora de campo, que também preze pela formação de jovens atletas. A Coordenadora Administrativa do Futebol Feminino, Luiza Parreiras, conta como foi o processo que definiu a nova treinadora americana.

-A escolha pela contratação da Nádima passou por um processo seletivo feito com a participação da coordenação técnica e com aval da diretoria, no qual nós avaliamos currículos que se enquadravam em pré-requisitos, principalmente a questão da certificação pela CBF e a experiência no futebol. A Nádima é uma ex-jogadora, tem passagens por categorias de base e experiência recente em um clube do Campeonato Brasileiro Série A-1. Portanto, chega ao América alinhada aos nossos objetivos para este ano. Tem tudo para ser uma parceria de sucesso”, conclui a coordenadora.

Ficha da treinadora
Nome completo: Nádima Skeff
Data de nascimento: 07/04/1990
Local de nascimento: Brasília (DF)
Experiência Profissional como Treinadora: Auxiliar Técnica – Armstrong State University, NCAA D2-EUA (2016); Diretora Técnica e Física – Tormenta FC-EUA (2013 a 2016); Técnica do time Sub-13 feminino – FC Boston-EUA (2017 e 2018); Auxiliar Técnica das categorias Sub-14, 15 e 16 – Odense Q, Academy-Dinamarca (2019); Auxiliar Técnica – Minas Brasília Futebol Feminino (2020).
Experiência Profissional como Jogadora: Crespom-DF (2005 a 2011), Seleção Brasileira Sub-20 (2008 a 2010), NCAA Division II Universitário Americano Armstrong State University Women’s Soccer-EUA (2010 a 2013), Atlanta Silver Backs-EUA (2013), Minas/Icesp Brasília Futebol Feminino (2018 e 2019) e Odense Q, Superligue-Dinamarca (2019).
Principal título: Torneio Sul-americano (Seleção Brasileira Sub-20).