Vasco x Remo

Caio Monteiro vem ganhando espaço na equipe profissional vascaína em 2016 (Foto: Paulo Sergio/Lancepress!)

RADAR/LANCE!
29/04/2016
19:30
Rio de Janeiro (RJ)

A categoria de base do Vasco volta, aos poucos, a assumir o papel de coadjuvante importante no clube. Afinal, nos últimos anos o natural habito de revelar jogadores de qualidade para ajudar o time profissional parece ter ficado um pouco de lado em São Januário. Contudo, em 2016 o roteiro parece voltar ao caminho natural até pela condição financeira do Gigante da Colina. E esse fator traz uma feliz coincidência para o torcedor vascaíno que pode ser um bom sinal para a final do Carioca diante do Botafogo.

Atualmente o elenco vascaíno que disputa o Carioca conta com seis jogadores que subiram em 2016 para os profissionais: o goleiro Gabriel Félix, o lateral Alan Cardoso, os meias Andrey, Evander e Mateus Vital (que jogou boa parte do jogo contra o Coritiba em 2015) e o atacante Caio Monteiro. A geração 1998 é conhecida como a mais vitoriosa da base, sobretudo porque venceu todas as competições estaduais até o sub-17. E onde entra a coincidência com os últimos títulos cariocas?


No último bicampeonato estadual conquistado pelo Vasco (em 92/93) o elenco vitorioso contava com cinco jogadores revelados no clube e que subiram nesses respectivos anos (veja mais abaixo). Além disso, esse período culminou com o único tricampeonato carioca da história do clube em 1994. Outro ponto importante é que o primeiro caneco dessa trilogia vitoriosa foi conquistado de forma invicta, algo que o Cruz-Maltino poderá repetir em 2016.

Mesmo esses nomes ainda não possuindo papéis de protagonistas, poderão vir do banco para decidir. Exemplos não faltam de inspiração. Valdir, então campeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior em 1992, foi responsável pelo gol do título.  Jardel deu os primeiros passos no time profissional vascaíno em 1993. Um ano depois foi o herói com dois gols na final com o Fluminense.

Como se vê a base sempre teve papel importante em conquistas estaduais do Vasco. O roteiro vai se repetir novamente? A torcida vascaína espera que sim.

A BASE NOS ÚLTIMOS TÍTULOS ESTADUAIS DO VASCO
2015: Ninguém revelado no ano estava no elenco
2003: Ninguém revelado no ano estava no elenco
1998: Géder, Henrique e Dedé
1994: Preto e Fabrício Eduardo
1993: Alex Pinho, Jardel, Yan, Vítor e Hernande
1992: Leandro Ávila, Valdir, Edmundo, Tinho e Alê
1988: Sorato e Bismark