Vasco x Bangu - jogo-treino, em Pinheiral (Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)
David Nascimento
23/01/2016
12:39
Enviado especial a Pinheiral (RJ)

O Vasco fez o último teste antes da estreia no Campeonato Carioca com estilo. Neste sábado pela manhã, na despedida da pré-temporada na cidade de Pinheiral, no sul do Rio de Janeiro, os comandados de Jorginho venceram o Bangu em jogo-treino por 2 a 1 e termina preparação para a primeira partida oficial, no próximo domingo, contra o Madureira, em São Januário.

Jorginho colocou o Vasco para iniciar contra o Bangu com Martin Silva, Madson, Luan, Rodrigo e Julio Cesar; Julio dos Santos, Andrezinho, Mateus Pet e Nenê; Jorge Henrique e Riascos. Desde o primeiro minuto, o time de São Januário foi mais ofensivo do que o adversário, que criara poucas jogadas.

Logo aos quatro minutos do primeiro tempo, Mateus Pet, um dos principais destaques do Vasco ao longo das duas semanas de pré-temporada, fez uma linda jogada pela direita e tocou para Riascos. O atacante vascaíno passou na pequena área por um rival e estufou as redes do Bangu, colocando o Vasco na frente.

Mesmo com o 1 a 0 no placar, o Vasco seguiu pressionando pelo segundo gol. Aos 12 minutos, Nenê passou por ao menos três adversários em uma épica jogada e foi derrubado na grande área, pênalti assinalado. No minuto seguinte, o próprio Nenê foi para a cobrança e converteu, Vasco 2 a 0 no marcador.

No restante do primeiro tempo, o Vasco diminuiu o ritmo, deixando o Bangu mais livre para a criação das jogadas. Entretanto, nenhuma efetividade foi dada nestes lances, fazendo com que ficasse arrastado até o apito final para o intervalo.

Na volta para o segundo tempo, o Bangu voltou com mais força e acabou conseguindo diminuir o marcador aos cinco minutos. Em uma jogada rápida, Geovane pegou de primeira e acertou o ângulo direito de Martin Silva, que não conseguiu evitar.

Técnico do Vasco, Jorginho conversou com os jornalistas após a vitória no jogo-treino e comentou sobre a importância da atividade.

– O local que o Vasco escolheu para a pré-temporada aqui em Pinheiral permitiu para fazermos um trabalho profissional. E nos 12 dias fizemos isso muito bem. A preocupação não era vencer o jogo e sim fazer o que foi treinado – destacou.