RADAR / LANCE!
29/03/2017
12:48
São Paulo (SP)

A mudança de comportamento de Neymar voltou a ficar em pauta no futebol. Após o Brasil vencer o Paraguai por 3 a 0, o técnico da Seleção Brasileira, Tite, destacou o amadurecimento do camisa 10 como crucial para sua ascensão dentro de campo.

O jogador de 25 anos, que já rendeu polêmicas no Santos, no Barcelona e na Seleção, agora é visto como símbolo de maturidade também por analistas. Segundo o colunista do LANCE!, João Carlos Assumpção, o período na Europa tem sido crucial para a nova fase de Neymar:

- O amadurecimento de Neymar veio com a idade e a experiência na Europa. Neymar é um craque que, no início, foi muito injustiçado no Brasil. Diziam que era cai-cai, só jogava bem contra clubes pequenos do interior paulista, que na Europa ia fracassar. Mas não, lá cresceu muito, ainda mais com o fato de ter contato direto com os melhores jogadores do mundo.

O colunista enumerou algumas das mudanças de comportamento do atacante:

- Neymar começa a reclamar menos da arbitragem, o que é bom e importante. Parte do seu amadurecimento, para quem antes parecia querer apitar jogos. Ainda aprendeu a lidar com a imprensa e as muitas cobranças, além de se preocupar menos com o que dizem a seu respeito. A melhor resposta acaba sendo mesmo dentro de campo.

Colunista do LANCE!, Eduardo Tironi inclui a felicidade sob o comando de Tit na Seleção Brasileira como um dos fatores para a evolução no comportamento de Neymar:

- É natural para quem tem mais idade agora. Foi para um continente onde o ambiente é superprofissional. Além disto, ele agora está mais feliz com Tite no comando da Seleção Brasileira do que com o Dunga.