Jefferson - Treino da Seleção Brasileira na Granja Comary (Foto: Ari Ferreira/LANCE!Press)

Jefferson no treino da Seleção Brasileira na Granja Comary (Foto: Ari Ferreira/LANCE!Press)

Bernardo Cruz e Igor Siqueira
03/03/2016
17:39
Rio de Janeiro (RJ)

O ciclo de Jefferson na Seleção Brasileira sofreu uma interrupção. O goleiro, que foi titular no começo da segunda Era Dunga, depois da Copa do Mundo de 2014, perdeu tanto prestígio com o treinador que nem convocado foi para os jogos contra Uruguai e Paraguai, pelas Eliminatórias.

O mesmo Dunga que deu um voto de confiança ao goleiro mesmo quando o Botafogo passou a temporada atuando na Série B agora opta por outros três nomes para a posição: Alisson, o titular, Marcelo Grohe e Diego Alves.

Mas o técnico da Seleção prefere não dizer que o escanteamento de Jefferson seja definitivo.

- O futebol é dinâmico, é momento. Temos dado oportunidades, conversando com comissão técnica, com o preparador de goleiro Taffarel. Estamos trazendo um jogador jovem, um de idade intermediária e um mais experiente. Futebol é isso aí. Um joga, outro espera. Chamei o Jefferson quando estava na segunda divisão e ninguém falou nada. Agora estou sendo questionado. Faço o que acho melhor para a seleção brasileira. Voltar ou não vai depender dos jogadores que estão, além do próprio Jefferson - afirmou Dunga.

Jefferson foi titular com Dunga por 13 jogos, sofrendo sete gols, sendo quatro na Copa América do Chile. Nesta mesma competição, a situação do goleiro começou a ficar mais complicada, especialmente após a falha na estreia diante do Peru.

Aproveitando uma lesão de Jefferson, Marcelo Grohe foi testado em dois amistosos nos Estados Unidos, mas o goleiro voltou contra o Chile, pelas Eliminatórias. E foi depois da derrota em Santiago que a titularidade foi perdida de vez. Jefferson tomou um gol questionável (ele chegou na bola, mas não conseguiu afastar), e no jogo seguinte Alisson assumiu o posto. Em entrevista ao Sportv, o goleiro chegou a dizer que entendia merecer um pouco mais de crédito na Seleção.

Jefferson ainda ficou na reserva nos jogos contra Argentina e Peru, no fim de 2015, mas começou 2016 fora dos planos do treinador.

JOGOS DE JEFFERSON COM DUNGA

Brasil 1 x 0 Colômbia - amistoso - 5/9/2014
Brasil 1 x 0 Equador - amistoso - 9/9/2014
Brasil 2 x 0 Argentina - Superclássico das Américas - 11/10/2014
Brasil 4 x 0 Japão - amistoso - 14/10/14
Brasil 3 x 1 França - amistoso - 26/3/15
Brasil 1 x 0 Chile - amistoso - 29/3/15
Brasil 2 x 0 México - amistoso - 7/6/15
Brasil 1 x 0 Honduras - amistoso - 10/6/15
Brasil 2 x 1 Peru - Copa América - 14/6/15
Brasil 0 x 1 Colômbia - Copa América - 17/6/15
Brasil 2 x 1 Venezuela - Copa América - 21/6/15
Brasil 1 x 1 Paraguai - Copa América - 27/6/15
Brasil 0 x 2 Chile - Eliminatórias - 8/10/15