São Paulo no hotel

Volante Hudson cumprimenta torcedor no hotel onde o São Paulo está (Foto: Marcio Porto)

Marcio Porto
17/05/2016
21:54
Enviado especial a Belo Horizonte (MG)

A preocupação com a paz em sua passagem por Belo Horizonte fez o São Paulo pedir reforço policial à Polícia Militar da capital mineira. Com possibilidade do velho foguetório pela torcida do Atlético-MG, adversário desta quarta-feira pela Libertadores, a diretoria do Tricolor entrou em contato com o 16º Batalhão da PM e pediu mais segurança no hotel onde está concentrado o time.

Nas redes sociais, os torcedores do Galo se movimentam para perturbar o sono dos são-paulinos. A suspeita é de que mais de 500 rojões estejam preparados para serem lançados próximos ao hotel do São Paulo, que fica na região central de Belo Horizonte.

Durante esta terça-feira, o São Paulo teve tranquilidade na chegada à capital, só alterada pelos fãs que se esforçaram por autógrafos e fotos com os jogadores. A equipe fez um treino na Arena Independência à noite e, no retorno ao hotel, se deparou com mais gente à espera.

Atlético-MG e São Paulo se enfrentam nesta quarta-feira, às 21h45, no Horto. O Tricolor venceu o jogo de ida das quartas de final da Libertadores por 1 a 0 e joga por um empate ou até derrota de um gol de diferença desde que marque ao menos um para avançar. Ao Galo, interessa vitória por dois ou mais gols de diferença. Se devolver o 1 a 0, a decisão será nos pênaltis.