Pato vem fazendo ótima temporada (Foto: Maurício Rummens/Fotoarena/LANCE!Press)

Pato comemora gol pelo São Paulo Foto: Maurício Rummens/Fotoarena/LANCE!Press)

Marcio Porto
15/11/2015
08:00
São Paulo (SP)

A história de Alexandre Pato no São Paulo, que começou sob desconfiança, foi ganhando força ao longo do tempo e caminha para chegar ao fim com desempenho pelo menos aceitável. Na próxima quinta-feira, contra o Atlético-MG, no Morumbi, o atacante chegará a cem jogos pelo clube. E o confronto permitirá uma situação no mínimo curiosa.

Emprestado pelo Corinthians na troca por Jadson, no início do ano passado, Pato ficou impedido de enfrentar o clube com o qual ainda tem mais um ano de contrato. No entanto, pode ajudá-lo a ser campeão. Isso porque o São Paulo dará o título ao rival se não for derrotado pelo Galo no Morumbi. No mesmo dia, o Corinthians enfrentará o Vasco e também será campeão se vencer o confronto.

Pato chegará a cem jogos em menos de dois anos no clube, marca expressiva para quem ficou marcado por se machucar muito. Não teve nenhuma lesão grave no Tricolor, como já havia sido no Corinthians. No Milan (ITA), com problemas recorrentes, ele ficou quase dois anos fora somando tudo e perdeu espaço na Seleção Brasileira.


Já no São Paulo, voltou a ter seu nome cotado para a Amarelinha. Este ano, é o artilheiro do time, com 26 gols em 59 partidas, número bem superior ao seu recorde na carreira. Até então, tinha feito 18 gols pelo Milan na temporada 2008/09.

O desempenho fez o São Paulo pensar em uma estratégia para contratá-lo do Corinthians ao fim do empréstimo, agora em dezembro. O valor estipulado é de 10 milhões de euros (cerca de R$ 40 milhões), mas no momento essa hipótese é praticamente nula.

– Todo mundo sabe que eu não vou continuar – disse Pato, em entrevista recente no Morumbi.

Em grave crise financeira, o Tricolor terá muita dificuldade para fazer investimentos. Pato deverá seguir outro caminho. O Corinthians busca clubes na Europa interessados no atacante. A Inglaterra é um destino possível. Enquanto isso, ele tem mais quatro jogos a fazer pelo São Paulo. Saudades?