lugano cerro porteño (foto:Divulgação/Cerro)

Lugano se juntou ao elenco do Cerro Porteño em agosto do ano passado (Foto: Divulgação/Cerro Porteño)

Bruno Grossi
03/01/2016
08:25
São Paulo (SP)

A novela sobre o retorno de Diego Lugano ao São Paulo segue se arrastando. E enquanto o zagueiro não apresenta a proposta tricolor para conseguir a liberação do Cerro Porteño, o clube paraguaio começa os preparativos para um intenso primeiro semestre.

O Ciclón lutará pelo bicampeonato do Torneio Apertura do Campeonato Paraguaio e terá de dividir as atenções com a Copa Libertadores da América – está no Grupo 8 ao lado dos brasileiros do Corinthians, Cobresal (CHI) e o vencedor de Oriente Petrolero (BOL) x Independiente de Santa Fé (COL).

A reapresentação do elenco está marcada para o dia 5 de janeiro, quando a delegação do Cerro embarcará para a cidade de Encarnación, localizada no Sul do Paraguai. Lá, os atletas ficarão hospedados em um hotel de luxo chamado Awa Resort, no bairro Quiteria, e fará os treinamentos em um clube de campo chamado Aguavista, na vizinha cidade de San Juan del Paraná.

A expectativa da imprensa da capital Assunção é de que a torcida do Cerro compareça em peso para receber os jogadores no primeiro dia de trabalhos na pré-temporada. Até mesmo caravanas de torcedores estão sendo preparadas para o evento.

Segundo Agustín López, advogado de Lugano, o zagueiro uruguaio mantém o planejamento de se reapresentar no Cerro, que o contratou em agosto de 2015 para ser o líder do time na Libertadores. O beque teve bom início, mas acabou marcando o gol contra que custou o título paraguaio diante do rival Olimpia.

Além de lutar pela permanência de Lugano, o Cerro contratou o goleiro Antony Silva, da seleção paraguaia, o zagueiro Gustavo Velázquez, o lateral-esquerdo Raúl Cáceres e os meias Riveros e Torales.