Tecnico - Cuca - Shandong Lunen (foto:AFP)

Tecnico Cuca, no Shandong Luneng, da China (foto:AFP)

Marcio Porto
15/11/2015
10:35
São Paulo (SP)

O interesse da diretoria do São Paulo em contratar Cuca para substituir Doriva esfriou. Ele era o favorito dos dirigentes, que consideram o perfil ideal para iniciar o planejamento de 2016, mas a dificuldade para contratar o técnico do Shandong Luneng (CHI) fez o clube intensificar tratativas em outras frentes.

Cuca ainda tem mais um ano de contrato na China e recebe cerca de R$ 1 milhão por mês. Ele pretende voltar ao Brasil no ano que vem, mas precisa romper o vínculo e só o fará se for de comum acordo. Não pedirá demissão. A possibilidade de saída se mantém porque o Shandong deve mudar a diretoria em breve.

Assim, o nome da vez é Paulo Autuori, que tem boa aceitação interna. Jogadores que já trabalharam com ele fazem lobby pela volta do treinador, que atualmente dirige o Cerezo Osaka (JAP).


O uruguaio Diego Aguirre foi oferecido e, embora não seja uma opção que empolgue os cartolas, ainda não foi descartado. Milton Cruz comandará o time na reta final do Campeonato Brasileiro. - restam quatro jogos.