Trujillianos x São Paulo

Alan Kardec em disputa de bola na Venezuela (Foto: JUAN BARRETO/AFP)

LANCE!
16/03/2016
22:41
São Paulo (SP)

O técnico argentino Edgardo Bauza segue sem conseguir explicações para a dificuldade que o São Paulo tem em marcar gols e definir as partidas. Nesta quarta-feira, após o empate em 1 a 1 com o Trujillanos (VEZ), na Venezuela, o comandante disse que nem a viagem de cerca de 30 horas para a cidade de Valera, local da partida, foi tão danosa.

- É preocupante como a equipe sente dificuldades para marcar gols. Hoje tivemos o controle do jogo, mas não conseguimos definir - disse Bauza, que contou como tem feito para melhorar as deficiências mesmo sem muito tempo para treinar.


- É um tema que vemos tratando de resolver. Falando com os jogadores. Não temos tempo, chega no sábado e já joga no domingo. Mas isso não me preocupa. O que me preocupa hoje é que a equipe controla o jogo, mas o time não consegue finalizar, fazer os gols. Isso é o que mais me preocupa - salientou, em entrevista publicada pelo site "Globoesporte.com".

Para se ter uma ideia, dos últimos cinco gols do São Paulo, quatro foram marcados pelo meia Ganso, que fez o gol tricolor, mas perdeu um pênalti nesta quarta - Rogério fez o outro. Alan Kardec, centroavante titular na Venezuela, ainda não balançou redes em 2016. Calleri, que cumpriu suspenso, não faz um gol há nove jogos.

- A viagem foi complicada, depois de 31 horas claro que é ruim, mas não quero aqui falar em desculpas. Mas nos 30 primeiros minutos pudemos aguentar bem. Defensivamente a equipe não tem preocupação, não tivemos problema - comentou Bauza.