Bruno Grossi
16/03/2016
22:54
São Paulo (SP)

O empate do São Paulo com o Trujillanos, na Venezuela, teve o meia PH Ganso como herói e vilão. Além de fazer o gol do Tricolor, o jogador teve uma atuação de alto nível, mas afetada pelo pênalti perdido no segundo tempo. Confira a nota dos personagens da partida: 

TRUJILLANOS 

6,0
Héctor

Não precisou fazer nenhuma defesa durante a partida.

4,0
Granado

Perdido na marcação e nulo para chegar na linha de fundo.

5,0
Luyiri

Não teve nenhum problema para se livrar de Alan Kardec.

5,0
Cuevas

Atuação na média devido à inoperância dos jogadores tricolores.

6,5
Páez

Anulou Centurión e fez dobradinha com Sosa com perigo.

6,5
Osorio

Motor solitário de um meio de campo frágil dos venezuelanos.

4,5
Cova

Não viu a cor de Ganso no primeiro tempo e ficou enterrado na defesa durante a etapa complementar.

5,0
Nieves

Muita correria. E só.

6,0
Sosa

Perigoso, criou problemas para Bruno na ponta esquerda com dribles.

5,5
Cabezas

Brigador, raçudo e voluntarioso, mas fraco tecnicamente.

6,5
Rojas

Na base da força, deu trabalho pelo alto e deixou Lugano vendido no gol.

5,5
Britos

Melhorou o passe venezuelano e ajudou a pressionar os são-paulinos.

5,5
González

Deu mais fôlego ao time.


Vivas

Entrou nos minutos finais na fase em que o jogo parecia uma pelada.

5,5
Horácio Matuszyczk

Armou um time ousado para atacar, mas é refém de um nível técnico baixíssimo do elenco.

Trujillianos x São Paulo
Ganso é consolado por Lugano (Foto: JUAN BARRETO/AFP)

SÃO PAULO

5,5
Denis

Fez defesas seguras em chutes de longe, mas assustou na maioria das saídas pelo alto em cruzamentos.

4,5
Bruno

Discreto no apoio e exposto na marcação, já que Centurión não guardou posição

4,5
Lugano

Foi presa fácil para Rojas subir sem obstáculos e abrir o placar para o Trujillanos após cruzamento da direita.

6,5
Rodrigo Caio

Apesar de uma falta dura que rendeu amarelo, saiu em alta por antecipações precisas e recuperações em velocidade.

4,5
Mena

Marcou com problemas e pôde escapar nas costas dos venezuelanos, mas sem nenhuma efetividade.

5,0
Hudson

Não pecou pelo costumeiro excesso de faltas, mas compensou ao ajudar mais o setor ofensivo no 2º tempo.

6,5
Thiago Mendes

Foi o único que conseguiu acompanhar o bom ritmo de Ganso. Desarmou, correu, armou e finalizou muito bem.

4,0
Centurión

A confiança de Bauza segue sem ser retribuída pelo argentino, que peca em todos os fundamentos.

6,5
PH Ganso

Mais uma partida de altíssimo nível. Criou a cada toque na bola e marcou belo gol, mas vacilou com pênalti perdido.

5,5
Carlinhos

Apresentou boa movimentação no primeiro tempo e sofreu o pênalti perdido por Ganso na etapa complementar.

4,0
Alan Kardec

Não conseguiu finalizar com qualidade em nenhuma das vezes em que foi acionado. Errou domínios e dribles.

3,5
Caramelo

Entrou empenhado, se jogou para o ataque, mas errou os cruzamentos e deixou buraco na defesa brasileira.

5,5
Rogério

Tentou desmontar a zaga mandante com velocidade e dribles, mas não conseguiu salvar o time desta vez.

5,0
Kelvin

Aumentou a rapidez pelas pontas, mas cruzou sem direção em todas as chegadas na linha de fundo.

5,0
Edgardo Bauza

Fez alterações cobradas por todos para deixar o time mais ofensivo, mas sofre com uma equipe nada decisiva.