Abilio Diniz

Abílio Diniz deixou reunião dos conselheiros em silêncio no Morumbi (Foto: Luiz Cláudio Barbosa/Futura Press)

Ana Canhedo
23/02/2016
21:55
São Paulo (SP)

O empresário Abílio Diniz esteve na reunião do Conselho Deliberativo do São Paulo, na noite desta terça-feira, no estádio do Morumbi, e deixou o local por volta das 21h, em silêncio. A única coisa dita por ele foi ''consegui passar minha mensagem''. Os conselheiros do Tricolor Paulista também tomaram conhecimento da dívida do clube, apresentada pela Pricewaterhousecoopers, empresa responsável por auditar as contas. 

Quem também esteve no Morumbi foi o ex-presidente Carlos Miguel Aidar, que renunciou ao comando do clube no ano passado, mas segue como legítimo conselheiro, mesmo sendo investigado. Ele participa da reunião e tem direito a voto. A pauta irá definir com quem o São Paulo assinará os diretos de transmissão de seus jogos a partir de 2019, Globo e Esporte Interativo estão no páreo. Vale lembrar que Aidar não esteve na última reunião do Conselho, em dezembro do ano passado. 

Antes do assunto principal da reunião ser colocado em pauta entre os conselheiros, todos ouviram da empresa responsável pela auditoria o valor da dívida do São Paulo: R$ 150 milhões e mais R$ 70 milhões de dívida ativa tributária. 

O São Paulo espera resolver parte dos problemas financeiros fechando acordo pelos direitos de transmissão, já que receberá as luvas (prêmio pela assinatura do contrato) e, assim, poderá pagar o mês de direitos de imagem atrasados a seus jogadores.

A reunião desta terça-feira começou com uma homenagem aos garotos do sub-20, campeões da Copa Libertadores da categoria, antes da auditoria apresentar as contas.