Maicon coletiva
LANCE!
23/02/2016
12:00
São Paulo (SP)

Entre as várias mudanças promovidas por Edgardo Bauza para a partida desta quarta-feira, contra o Novorizontino, no Pacaembu, a estreia do zagueiro Maicon é uma delas. Arredio e de respostas secas, o beque conversou com a imprensa antes de debutar pelo Tricolor Paulista e negou qualquer faísca de crise nos bastidores do clube, além de afirmar que não se importa com qualquer tipo de atraso salarial, já que não é ''mercenário''. 

- Eu não me preocupo com isso (dos salários), porque, vamos assim dizer, eu não sou mercenário, faço o que amo, abdiquei de grande parte do dinheiro para vir jogar no São Paulo porque eu faço o que amo, jogo pelo pão de cada dia, se pensarmos só em campo, as coisas vão dar certo - disse o jogador, para logo completar: 

- Temos muita qualidade para dar a volta por cima, é claro que criam uma expectativa meio exagerada, viemos de duas derrotas consecutivas que não esperávamos, mas conquistamos três pontos importantes na última rodada do Paulistão e isso nos dá confiança. Para nós, o jogo mais importante é contra o Novorizontino, não adianta ficar pensando mais para frente. 

Maicon está surpreso com a repercussão da derrota em casa para o The Strongest (BOL), na estreia da Copa Libertadores. Vale lembrar que os bolivianos não venciam fora de casa na competição continental desde 1982. Para ele, a derrota deveria ser tratada como algo corriqueiro. 

- Eu fiquei muito assustando semana passada, quando uma derrota para o The Strongest virou tudo aquilo, falaram que o time já morreu. Não é assim. O São Paulo é um time grande, os rivais não nos interessam, temos qualidade para dar a volta por cima. O time está unido e não tem nenhuma crise.