Léo Saueia
03/09/2016
15:46
São Paulo (SP)

O Santos ainda nem recebeu os R$99,3 milhões da transferência do atacante Gabigol à Inter de Milão e já tem dor de cabeça. O Barcelona, que acertou em 2013 a preferência de compra do atacante por 3 milhões de euros, disse não ter sido avisado a tempo sobre a negociação com os italianos. A informação foi publicada pelo Blog do Perrone e confirmada pelo LANCE!.

Por contrato, o Peixe deveria enviar aos espanhóis qualquer oferta que optasse aceitar por Gabigol, e os culés teriam três dias úteis para avaliar se exerceria a preferência ou não. O Alvinegro tinha como obrigação, inclusive, apresentar detalhes do pagamento que a Inter propôs.

O Barcelona alega não ter sido avisado no tempo estipulado. O Santos enviou a proposta à Espanha no dia 29 de agosto, dois dias antes do encerramento da janela de transferências internacionais. No dia 30, o Barça respondeu e disse que os dados apresentados pelo clube brasileiro eram insuficientes, e ainda aconselharam a não concretização da transferência sob ameaça de ir à Fifa.

Outro ponto que irritou o Barcelona foi o fato de o jogador ter viajado e realizado exames médicos na Inter de Milão antes mesmo de o clube responder se gostaria ou não de contar com o jogador para a atual temporada. 

Agora, o Barcelona, que há tempos não tem boa relação com o Santos justamente pela compra de Neymar, promete ir à Fifa contestar o negócio. Os catalães entendem que têm direito à devolução dos 3 milhões de euros pagos ao Peixe e ao valor da multa estipulado em contrato.

Gabigol, aos 19 anos, é um jogador que agrada à comissão técnica do técnico Luis Enrique. A diretoria não descartava a chegada do jogador para fazer sombra ao trio formado por Messi, Neymar e Suárez, mas não teve tempo suficiente para decidir.

O Santos, por sua vez, alega que cumpriu todas as determinações previstas em contrato e diz que consultou o Barcelona sobre a proposta da Inter de Milão.