Léo Saueia e Russel Dias
03/09/2016
09:35
São Paulo e Santos (SP)

Com filosofias diferentes e currículos diferentes, Dorival Júnior, Muricy Ramalho e Vanderlei Luxemburgo são treinadores que em poucos momentos se assemelham no esporte, e um deles atende pelo nome de Santos Futebol Clube.

Na rodada e renomada carreira de ambos, os títulos e números obtidos no Peixe unem os três. Brasileirão, Copa do Brasil, Recopa Sul-Americana, Libertadores e muitos Paulistas foram vencidos por eles nos últimos dez anos.

Em número de títulos, já que conquistou dois Paulistas e uma Copa do Brasil no Peixe, Dorival ainda está atrás da dupla - Luxa venceu um Brasileiro e dois Paulistas, enquanto Muricy levou uma Libertadores, uma Recopa e três edições seguidas do Estadual.

Mas em números limpos, ignorando conquistas, o trabalho de Dorival Júnior pode ser considerado o melhor do Santos nos últimos dez anos. Seu aproveitamento é superior até ao de Vanderlei Luxemburgo, que comandou o clube três vezes.

Nos números, o atual "manager" já superou os antecessores. Nas 140 oportunidades que dirigiu o Santos, Dorival conquistou 47 vitórias, teve 18 empates e 16 derrotas, o que confere um aproveitamento de 66,25%.

Em 2004, ano do último título Brasileiro, Luxemburgo teve 61,4% de aproveitamento. Nas temporadas 2006/07, evoluiu e chegou aos 64,3%. Em 2009, em apenas nove jogos na mediana campanha no Nacional, Luxa despediu-se com 49%.

Em 2016, haverá um momento - próximo, aliás - em que o nome de dois dos três vencedores técnicos da história santista se cruzará de novo. Com 140 jogos à frente do clube, Dorival Júnior está a dez de igualar a marca de Muricy Ramalho, sétimo treinador que mais vezes comandou o Peixe, demitido em meados de 2013 com aproveitamento de 57,3%.

Atrás na galeria de troféus, Dorival pode se inspirar em dois vencedores para manter-se como técnico mais longevo da Série A do Brasileirão. Afinal, o que a torcida santista pode esperar de um treinador a não ser títulos? Só na atual temporada, o clube ainda cobiça mais dois...