Cristiane - atacante do futebol feminino e que se machucou no último jogo da Seleção feminina contra a Suécia

(Foto: Marco Galvão/Lancepress!)

Igor Siqueira
15/08/2016
15:29
Rio de Janeiro (RJ)

O técnico Vadão está em uma "encruzilhada", como ele mesmo definiu, por causa da atacante Cristiane. A jogadora ainda está em fase final de recuperação de uma lesão muscular da coxa direita, sofrida no segundo jogo da Seleção Brasileira. E o treinador não sabe se coloca a camisa 11 em ação desde o início da semifinal contra a Suécia, nesta terça-feira, no Maracanã, se opta por colocá-la no decorrer da partida ou se continua apostando no time sem a artilheira, que já balançou a rede duas vezes na atual edição dos Jogos Olímpicos.

Cristiane treinou com as demais jogadoras nesta segunda-feira, no CFZ. Ela fez movimentos mais bruscos, mostrou evolução, mas o departamento médico vai aguardar até o último instante para dar um parecer.

- Nesse momento, não tem como dizer que ela está 100%. Hoje ela treinou, não sentiu nada, mas vamos esperar até o momento da partida. Temos uma encruzilhada. Para jogar a final, temos que passar da Suécia. Vamos dar mais um tempo até amanhã cedo - afirmou o treinador, que deu coletiva no Maracanã.

Outra baixa prevista é a lateral-direita Fabiana, que está com um problema no tornozelo direito.

- Sobre a Fabiana, ela está com poucas chances de jogar, vamos dar mais um dia, está sob tratamento intensivo - completou Vadão.

Sem Cristiane nos dois últimos jogos, o Brasil não conseguiu balançar as redes. Se ela continuar fora, Debinha será mantida como titular. Já no lugar de Fabiana, Poliana herdará a vaga.