Luis Fernando Coutinho
14/08/2016
12:43
Rio de Janeiro (RJ)

Um dos atletas mais experientes da Seleção Brasileira de boxe, Robenílson de Jesus teve pela frente um jovem americano de 19 anos. No duelo da experiência contra a juventude, melhor para o lutador que é tido como promessa dos Estados Unidos. Apesar da entrega, o brasileiro teve difculdades para impor seu jogo e acabou eliminado após derrota por decisão unânime dos juízes após três rounds.  

Com uma apresentação onde buscou a todo tempo usar sua envergadura, Robenilson esbarrou na velocidade de Stevenson, nove anos mais novo. O brasileiro encaixou golpes bons, mas não conseguiu emplacar combinações para somar pontos. Shakur, apesar dos 19 anos, mostrou tranquilidade e precisão em seu jogo, sem dar chances para o brasileiro.

Essa foi a terceira participação de Robenilson em olimpíadas. Ele lutou em Pequim-2008 e Londres-2012.

A LUTA
1º round
Empurrado pela torcida, o brasileiro começou pressionando e usando a envergadura. Shakur impressionava pela velocidade de seus golpes e o volume imposto. O americano foi mais ativo enquanto o brasileiro o cercou e buscou golpes mais fortes. 
 
2º round
Mais solto no combate, Stevenson começou segunda etapa mais forte, com golpes certeiros e frustrando ataques de Robenilson. O brasileiro até acertava bons golpes, mas não conseguia dar sequência aos ataques. Na segunda etapa, o duelo foi interrompido por conta de um corte no supercílio de Robenilson. Quando a luta voltou, Shakur seguiu mostrando velocidade nos ataques, ligeiramente melhor que Robenilson.  

3º round
Na última etapa, Shakur manteve o ritmo acelerado, trabalhou bem na distância e encaixou os golpes mais efetivos. Robenilson chegou a ser abalado nas cordas em alguns momentos, mas não conseguia manter o ímpeto e seus bons momentos se resumiam a golpes desacompanhados de combinação. Stevenson terminou a luta esbanjando velocidade e preparo físico.