Natação - Daniel Dias

Daniel Dias conquistou mais uma medalha nos Jogos Paralímpicos do Rio (Foto: Reprodução Flickr)

Jonas Moura
11/09/2016
20:15
Rio de Janeiro (RJ)

Se já é difícil alcançar a China no quadro de medalhas, o bom desempenho dos asiáticos nas piscinas vem surpreendendo até o maior astro brasileiro no esporte paralímpico, Daniel Dias. O paulista ampliou sua galeria de conquistas neste domingo, em mais uma participação no Estádio Aquático. Ele faturou a prata na prova dos 100m peito SB4 dos Jogos Rio-2016, com 1m36s13, e assegurou sua 19ª medalha em Paralimpíadas.

O ouro ficou com o chinês Junsheng Li, com 1m35s96, enquanto o colombiano Moises Fuentes Garcia levou o bronze (1m37s40). Dias não negou que esperava menos do rival. Afirmou até que nem o conhecia antes da final.

- Eu vou querer ver esta prova de novo. Acho que foi espetacular. Mas esse chinês aí veio lá da China, né? (risos). Mais um, porque outro já tinha me ganhado (no revezamento 4x50 livre misto de 20 pontos). Meu objetivo era não deixar o colombiano, o grego e o espanhol me passarem. Concretizei isto, mas quando vi, ele (Li) estava na frente - afirmou o nadador.

Daniel travou uma disputa acirrada com o asiático nos metros finais, após um início ruim de prova. Como de costume, cresceu na metade final, o que fez a torcida acreditar que o primeiro lugar seria possível. Mas o oponente confirmou o domínio de seu país, que lidera o quadro de medalhas.

Esta foi a quarta prova do paulista na capital fluminense, e a quarta com pódio. Ele já havia ganhado um ouro nos 200m livre S5, uma prata no revezamento 4x50m livre misto de 20 pontos e um bronze nos 50m borboleta S5.

- Foi uma emoção muito grande. Até me empolguei, joguei a touca não sei para quem. O pessoal pediu camiseta, bermuda, touca. Aí, não dá (risos). Saí exausto, muito mais que ontem (sábado, nos 50m borboleta S5). Ali, eu poderia ter dado mais, errei nos últimos 10m - avaliou o astro, que levou a única medalha do Brasil no dia na natação.

Daniel ainda tem outras chances de voltar ao topo do pódio. Ele disputará os 50m livre, 100m livre e 50m costas S5, e ainda deve nadar os revezamentos 4x100m livre 34 pontos e 4x100m medley 34 pontos.