Gabriel Jesus e Cuca

Gabriel Jesus e Cuca conversam na Academia de Futebol (FOTO: Cesar Greco/Palmeiras)

LANCE!
23/06/2016
11:00
São Paulo (SP)

Mais uma vez, Gabriel Jesus é capa do jornal Sport, da Catalunha, que fala sobre o interesse do Barcelona no atacante do Palmeiras. Cuca, por sua vez, repetiu que este ainda não é o momento de o garoto ir embora. Para defender sua posição, o técnico citou um ex-comandado: Bernard, hoje no Shakhtar Donetsk (UCR).

- Eu falei com ele (Gabriel Jesus) hoje. O Bernard, que era um menino que surgiu bem no Atlético-MG, foi para a Seleção, foi para o Shakhtar e deu uma sumida. De repente não era a hora de ter acontecido - explicou o treinador, em entrevista para a rádio Transamérica.

Com contrato até 2019, Gabriel já recebeu um aumento salarial em março. Mas Cuca deu a entender que o garoto pode ter um novo acréscimo como uma forma de convencê-lo a ficar por mais tempo.

- O Gabriel tem de pensar bem em cima disso, e nós estamos pensando bem, o Palmeiras está pensando bem quanto a ele, daqui a pouco faz um agrado no jogador. E aí pronto, ele fica aqui feliz. É o que a gente espera que aconteça.

Raúl Sanllehí, diretor de futebol do Barcelona, estave no camarote do Palmeiras na terça-feira assistindo à partida contra o América-MG. De acordo com o Verdão, Sanllehí é amigo do diretor de futebol Alexandre Mattos e foi convidado por ele para assistir ao jogo, não para analisar Gabriel Jesus.

O Palmeiras até agora não recebeu nenhuma proposta, e como Cuca avisou, a expectativa é de que Jesus vá embora apenas após o Brasileiro. A multa rescisória do camisa 33 é de 40 milhões de euros (R$ 154,2 milhões), mas o contrato do jogador prevê um desconto para cinco clubes: Barcelona, Real Madrid, PSG, Manchester United e Bayern de Munique precisam desembolsar "apenas" 24 milhões de euros (R$ 92,5 milhões) para levá-lo. O Verdão tem apenas 30% dos direitos econômicos de Gabriel.