Cuca

Técnico quer jogar para longe a crise após um início complicado (Foto: Cesar Greco)

LANCE!
31/03/2016
10:00
São Paulo (SP)

Cuca sofreu quatro derrotas nos quatro jogos que fez pelo Palmeiras e nesta quinta-feira tenta evitar um recorde negativo. Se perder para o Rio Claro, ele irá igualar o pior início de um técnico no clube. Márcio Araújo, em 2001, é o detentor da marca, com cinco derrotas seguidas.

Márcio assumiu o Verdão no fim daquele ano, após a queda de Celso Roth e perdeu para o Botafogo (3 a 1), Fluminense (6 a 2), Grêmio (3 a 0), Atlético-MG (2 a 1) e Vasco (3 a 1). A vitória por 2 a 1 no Cruzeiro quebrou esta sequência.

Cuca, por sua vez, perdeu para o Nacional, do Uruguai (1 a 0), Audax (2 a 1), Red Bull (2 a 1) e Água Santa (4 a 1) até agora. Contratado há duas semanas, o atual técnico ainda busca a escalação ideal, e nesta noite mudará a equipe de novo.

Em outros trabalhos, o comandante palmeirense também demorou para engrenar. No Atlético-MG, foram seis derrotas seguidas até que começasse a fluir o trabalho que rendeu dois títulos do Mineiro e a Libertadores de 2013. Por Santos, Goiás e Fluminense, o problema foi o mesmo.

- São momentos da vida que você passa por provações, mais tarde vem a ter vantagens em cima dessa experiência negativa. Já passei cada coisa no futebol que é difícil até lembrar. Quando você lembra que deu certo, tem um sabor enorme. As coisas não acontecem com uma varinha de condão. Não sou treinador que chega e dá soco na porta, motiva jogador. Eu gosto de trabalho. A coisa vem com a sequencia do trabalho - disse o comandante, na sexta.