Edneusa de Jesus conquistou a medalha de bronze na maratona, neste domingo, no Rio de Janeiro (Foto: Reprodução/Twitter)

Edneusa de Jesus conquistou a medalha de bronze na maratona no Rio de Janeiro (Foto: Reprodução/Twitter)

LANCE!
18/09/2016
15:10
São Paulo (SP)

Se o lema do Comitê Paralímpico Brasileiro era "pódio todo dia", no fechamento dos Jogos do Rio de Janeiro, isso não poderia fugir à regra. Na manhã deste domingo, Edneusa de Jesus conquistou a medalha de bronze na maratona, a última do país na disputa.

A atleta de 40 anos terminou o percurso de 42km da classe T12 (deficientes visuais) em 3h18m38, ficando atrás da japonesa Misato Michishita (3h06m52) e da espanhola Elena Congost (3h01m43), que controlou a prova desde o início.

- É uma honra correr aqui. Foi minha primeira maratona internacional. O mais difícil foi manter o ritmo até o fim. (O calor) atrapalhou um pouco, mas tenho de encarar tudo, não importa. O que importa sou eu, meu coração e seguir em frente - disse Edneusa.

Dessa forma, o Brasil "cumpriu a meta" de subir ao pódio todos os dias na Paralimpíada, e fechou sua participação com 72 láureas no total (14 ouros, 29 pratas e 29 bronzes), terminando na oitava colocação geral.

Vôlei sentado (Foto: Washington Alves/MPIX/CPB)
Vôlei sentado terminou em quarto (Foto: Washington Alves/MPIX/CPB)

Vôlei sentado perde decisão pela medalha de bronze

A manhã não foi apenas de triunfos para os brasileiros. Na decisão pelo terceiro lugar no naipe masculino do vôlei sentado, a equipe do país não teve motivos para comemorar.

Em um duelo muito equilibrado contra o Egito, que já havia vencido o Brasil na primeira fase da competição, a Seleção voltou a perder por 3 sets a 2, com parciais de 28-26, 29-31, 19-25, 25-22 e 15-13.