Lúcio Flávio

Lúcio Flávio ainda iria cobrar o terceiro, mas Marcos tirou o atacante a pedido do técnico. (Giuliano Gomes/PR PRESS)

Guilherme Moreira
21/04/2016
21:49
Curitiba (PR)

O Paraná avançou para a segunda fase da Copa do Brasil nesta quinta-feira, ao vencer o Estanciano-SE, por 2 a 0 na Vila Capanema, mas o jogo foi dramático. O Tricolor desperdiçou inúmeras chances e ainda perdeu três pênaltis durante o duelo.

Aos 23, Robson foi derrubado na área após roubar bola do zagueiro. Artilheiro da equipe na temporada, com nove gols, o atacante Lúcio bateu .O atacante, que marcou a penalidade contra o Atlético-PR no final de semana, chutou fraco no canto esquerdo e Jerfesson pegou.

Já na segunda etapa, com 26, o volante Jean arrancou pela direita e, na velocidade, passou por dois marcadores. Quando entrou na área, o jogador se jogou e o árbitro assinalou a marca da cal. Emerson acabou expulso. O camisa 9, novamente, assumiu a responsabilidade e, de cavadinha, acertou o travessão.

- Lúcio Flávio é o nosso batedor, mas a gente tem que erguer a cabeça, porque se classificou - minimizou Robson. 

No final do jogo, Diego Tavares foi lançado e, quando ajeitava para finalizar, Elton empurrou o meio-campista, fazendo o terceiro pênalti da partida - o atleta também foi expulso. Lúcio Flávio chegou a pegar a bola e se posicionar, mas o goleiro Marcos atravessou o campo para tirá-lo a pedido do técnico Claudinei Oliveira.

- Ele não tinha a necessidade de ter esse fardo. Se ele faz, beleza. Mas se perde é uma coisa que fica na sua história, todo mundo lembraria. Ele não precisava provar nada. A intenção foi preservar, ele tem nossa confiança. Até falei para ele isso depois - justificou o comandante, que liberou o camisa 9 para cobrar a próxima penalidade do ano.

Assim, a torcida pediu Jean e o volante aceitou a missão. Entretanto, o jogador também errou ao chutar no canto esquerdo, mas aproveitou o rebote de Jerfesson e fechou a classificação paranista.

Na segunda fase da Copa do Brasil, o Paraná enfrenta a Chapecoense. No domingo, às 16h, na Vila Capanema, o Tricolor encara o Atlético-PR, pelo duelo da volta da semifinal do Campeonato Paranaense. O jogo de ida terminou com triunfo atleticano por 2 a 1.