Walter

No ano passado, Walter marcou 11 gols pelo Furacão. (Giuliano Gomes/PR PRESS)

Guilherme Moreira
18/03/2016
07:00
Curitiba (PR)

No empate por 1 a 1 diante do Brasil-RS, pelo jogo de ida da primeira fase da Copa do Brasil, na quinta-feira, o Atlético-PR não contou novamente com a eficácia do atacante Walter. O atleta segue sem marcar na temporada.

Com 15 kg a menos em relação ao ano anterior, o centroavante teve um tratamento especial no CT do Caju para melhorar a forma física. Em seu contrato, inclusive, existe cláusula que estipula melhor peso e bonificação por gols.

Entretanto, a seca em 2016 segue firme e forte. Em seis partidas, o camisa 18 até teve chances de marcar, mas passou em branco em todas. O último tento marcado com a camisa rubro-negra foi no triunfo por 2 a 1 contra o Avaí, dia 7 de novembro de 2015. 

Além disso, apesar de lances esporádicos que mostram sua habilidade, Walter também não está se destacando nem em assistências, também zeradas. E promete mudar esse cenário no clássico Atletiba pelo Estadual.

- O gol está um pouco perto. Quem sabe no domingo, no jogo mais importante do ano, Jesus está reservando pra mim esse gol - comentou após a partida para o canal ESPN.

Nesta semana, inclusive, o centroavante recebeu elogios do técnico Paulo Autuori. Mesmo com o jejum, o treinador rubro-negro acredita que Walter é o melhor da posição no futebol brasileiro atual.

- Lógico que tem que falar "gols ou não?". Mas em trabalho de equipe, ele trabalha bem, cria espaços. É um jogador muito inteligente, tecnicamente é muito forte, o melhor que nós temos no Brasil hoje nesta função que exerce, na posição que joga. Vamos tirar proveito dele, é uma satisfação tê-lo no grupo - afirmou.

O Furacão enfrenta o rival Coritiba no domingo, às 16h, na Arena da Baixada, pela décima rodada do Campeonato Paranaense. O Furacão é o terceiro colocado no torneio, com 16 pontos.