Kieza - Bahia

Kieza marcou para o Bahia. Mas seu time foi derrotado em casa pelo Santa Cruz e saiu do G4 (Foto: Edson Ruiz)

Radar/LANCE!
07/11/2015
20:29
Rio de Janeiro (RJ)



Rodada de pesadelo para o Macaé. O time do Norte do Rio de Janeiro, jogando em casa, foi derrotado por 2 a 0 para o Vitória. O resultado, além de manter o Rubro-Negro baiano com o acesso para a Série A muito bem encaminhado (já que chegou aos 60 pontos e divide a vice-liderança com o América-MG) fez o time permanecer nos 38 pontos e encerrar a rodada da Série B do Brasileiro na zona de rebaixamento, já que o Ceará, com quatro vitórias seguidas, chegou aos mesmos 38 pontos e tem uma vitória a mais do que os macaenses.

O jogo foi muito bom, com as equipes buscando o gol e criando chances. Porém, o Vitória era mais perigoso e tinha em Vander um jogador inspirado. Além de ter feito um bonito gol que abriu o placar, ele quase marcou um outro, de placa. Já o Macaé, precisando dos três pontos, já que entrou em campo fazendo parte do Z4,  tentou empatar a qualquer custo, mas não deu sorte, pois finalizações de Douglas e de Pipico foram na trave de Gatito. Porém, depois que o goleiro Rafael, por reclamação, recebeu cartão vermelho, o jogo ficou à feição do Vitória. Nos contra-ataques o time baiano perdeu chances, muito por obra da boa atuação do goleiro reserva Marcos Felipe - garoto de 18 anos emprestado pelo Fluminense. Nos acréscimos, Rhayner partiu de seu próprio campo sem nenhum marcador, entrou na área, driblou o goleiro e matou o jogo.

Outra partida relevante para a tabela foi jogada em Salvador. O Bahia acabou derrotado pelo Santa Cruz por 2 a 1, para desespero dos quase 30 mil pagantes que estiveram na Fonte Nova e esperavam a volta do Tricolor baiano ao G4. Kieza fez o gol do Bahia. Danny Morais e Bruno Moraes marcaram para os pernambucanos, que têm 55 pontos. O Bahia permanece nos 54, a mesma pontuação do Bragantino. Após um primeiro tempo sem gol, a etapa final começou movimentada. Aos seis minutos, Kieza aproveitou rebote para levar a torcida à loucura, fazendo 1 a 0. Pouco depois, Danny Morais escorou cruzamento para empatar o clássico nordestino. Aos 37, veio a virada. Depois de uma boa jogada pela esquerda de João Paulo, Douglas chutou e a bola deu rebote. Bruno Morais, livre, ajeitou e chutou para deixar o Santinha muito pais perto da sua volta à elite.

Quem também está vivo na briga pelo acesso é o Náutico. A sua tranquila vitória por 2 a 0 sobre o Paraná, gols de cabeça de Rafael Pereira e de Daniel Morais no primeiro tempo, levaram o Timbu aos 55 pontos, embolando de vez a briga pela quarta posição.