Itália x Uruguai - Giorgio Chiellini e Luiz Suarez (Foto: Daniel Garcia/ AFP)

Chiellini foi a última vítima de Suárez, que pegou nove jogos de suspensão pela seleção (Foto: Daniel Garcia/ AFP)

RADAR/POOL/LANCE!
08/01/2016
15:59
Montevidéu (URU)

Suárez voltou ao centro da polêmica devido ao incidente que protagonizou com os jogadores do Espanyol na quarta-feira passada, na vitória do Barcelona por 4 a 1, pela Copa do Rei. A suspensão foi de dois jogos pela competição. O diário "El País" de Madri indica uma curiosidade do jogador: se por um lado ele teve diversas suspensões por atos de indisciplina, por outro só levou dois cartões vermelhos nos últimos dez anos.

Suárez foi expulso em uma partida da Supercopa da Holanda em 2010 por dois cartões amarelos. No mesmo ano, nas quartas de final da Copa do Mundo, também levou vermelho por impedir o gol de Gana com a mão. A temporada em que recebeu mais amarelos foi na 2012/2013, quando atuava pelo Liverpool e levou dez no total.


A publicação destaca também que Suárez tem média de 0,2 cartões amarelos por jogo, números mais próximos de um jogador de defesa que um de ataque. Macherano, por exemplo, tem média 0,23. Já Messi tem 0,08. No entanto, no momento em que se analisa punições, aí sim se engrossa os numeros do atacante.

Foram sete partida por morder Bakkal quando jogava pelo Ajax, oito pelos incidentes de insultos racistas contra Evra na época de Liverpool, outras dez confrontos por morder a Ivanovic. Contudo, o castigo mais pesado aconteceu por sua terceira mordida. Foram quatro meses e nove partidas de suspensão no caso com Chielinni.