LANCE!
11/08/2016
10:35
Londres (ING)

O Campeonato Inglês volta neste próximo fim de semana com várias novidades. Tem José Mourinho, Pep Guardiola e Antonio Conte, tem contratações bombásticas, como Pogba, Ibrahimovic, Gündogan, Kanté, Mané e outros... Confira abaixo um perfil dos cinco times normalmente apontados como favoritos (Arsenal, Chelsea, Liverpool, Manchester City e Manchester United), além do atual campeão Leicester, e o que os outros 14 trazem para esta temporada. No fim, vote nos favoritos ao troféu.

Arsenal - Time
Arsenal na pré-temporada (Foto: RINGO CHIU / AFP)

ARSENAL
Sem ser campeão desde 2003/04, quando fez sua campanha histórica em que levou a Premier League de forma invicta, o Arsenal volta a uma temporada com muita pressão. Pode ser o último ano de Arsène Wenger, que chegou em 1996, no comando. A grande aposta é no entrosamento. O time vem de um vice, e a base é a mesma.

Por enquanto, a única contratação de mais impacto foi a do alemão Xhaka, que veio do Borussia Mönchengladbach, e saíram apenas Arteta, Flamini e Rosicky, o que não vai fazer muita diferença. Segundo informações da imprensa britânica, devem chegar ainda um zagueiro, já que Mertesacker, Gabriel Paulista e Koscielny estão lesionados, além de um atacante de ponta.

Time-base: Cech, Bellerín, Mertesacker, Gabriel Paulista e Monreal; Coquelin, Xhaka (Santi Cazorla), Ramsey e Özil; Sánchez e Giroud.

Contratações: Xhaka (Borussia Mönchengladbach), Asano (Sanfrecce Hiroshima) e Holding (Bolton)

Saídas: Arteta (aposentado), Flamini (dispensado, ainda sem clube), Rosicky (dispensado, ainda sem clube), Hayden (Newcastle) e Wellington (Fluminense)

Posições nos últimos cinco anos: 2015/16 (segundo), 2014/15 (terceiro), 2013/14 (quarto), 2012/13 (quarto), 2011/12 (terceiro)

Patrocínio master: O Arsenal tem como patrocínio máster a empresa aérea Emirates, dos Emirados Árabes, que paga algo em torno de US$ 43 a 46 milhões (R$ 134,5 a R$ 143,9 milhões) por temporada.

Valor que veio da TV: 100,8 milhões de libras (R$ 410,6 milhões) (líder da lista)

OPINIÕES
DAVID HYNTER (Guardian)

"É impossível analisar o Arsenal e não mudar o foco para o dinheiro. Porque o que o dinheiro significa? Novos jogadores. E se tem uma obsessão nos últimos anos dos torcedores do Arsenal, são as contratações. Arsène Wenger, talvez contra seus instintos, viu três grandes contratações desde 2013. Mesut Özil, Alexis Sánchez e, neste verão, Granit Xhaka, o meia do Borussia Mönchengladbach que custou 35 milhões de euros e pareceu muito bom na Euro 2016. Mas, nesse momento, não parece ser suficiente, particularmente se as reservas de dinheiro do clube são tão ruins e, mais ainda, se algumas posições do time titular de Wenger parecem prontos para uma mudança".

MÁRIO MARRA (blogueiro do LANCE!)
"O Arsenal mexeu pouco. Contratou o Xhaka, que é bom jogador, um meia que o Wenger já queria há algum tempo. Wenger é cada vez mais criticado. Talvez seja um ano de instabilidade, apesar do time ter mudado pouco. Acredito que vá manter a mesma coisa, fará bons jogos, mas você sabe de cara que não vai chegar".

Chelsea - Time
Chelsea na pré-temporada (Foto: AFP / Mark Ralston)

CHELSEA
Esta temporada deve ser de transição para o Chelsea. O time deve levar uma "chacoalhada". Foi campeão em 2014/15 no ano do retorno de José Mourinho, mas na temporada seguinte foi um fiasco. Ficou apenas na 10ª posição e o português caiu. Agora, com Antonio Conte e algumas contratações, a equipe deve sofrer alterações.

Já foram feitas duas boas contratações. Chegaram o atacante Batshuayi, ex-Olympique de Marselha, e Kantém campeão inglês pelo Leicester. Conte já deu indicações de que vai usar Hazard mais centralizado, e Diego Costa tem a concorrência forte do belga na frente. Ou um potencial parceiro. Matic e Pedro devem acabar saindo, e Lukaku é um nome fortemente especulado.

Time-base: Courtois, Ivanovic, Cahill, Zouma (Terry) e Azpilicueta; Kanté, Fàbregas, Hazard e Willian; Batshuayi e Diego Costa

Contratações: Batshuayi (Olympique de Marselha) e Kanté (Leicester)

Saídas: Amelia (dispensado), Falcao García (devolvido ao Monaco), Alexandre Pato (devolvido ao Corinthians), Salah (Roma) e Djilobodji (Sunderland)

Posições nos últimos cinco anos: 2015/16 (décimo), 2014/15 (campeão), 2013/14 (terceiro), 2012/13 (terceiro), 2011/12 (sexto)

Valor do patrocínio master: O Chelsea tem patrocínio da empresa japonesa de pneus Yokohama Tyres, e fatura uma quantia que gira em torno de US$ 57 a 61 milhões (R$ 178,3 a R$ 190,8 milhões) por temporada.

Valor que veio da TV: 87,1 milhões de libras (R$ 354,8 milhões)

OPINIÕES:
PAUL DOYLE (Guardian)

"Antonio Conte tem um histórico brilhante, uma abordagem perspicaz a táticas e é maníaco por vencer, mas ainda não está claro se ele tem os jogadores para cumprir sua intenção de transformar o Chelsea em uma "pequena máquina de guerra", como declarou. Conte terá que trazer melhores performances aos jogadores, promover alguns jogadores jovens ou usar a janela de transferências. Provavelmente ele tentará os três; se os rivais também tiverem algumas falhas, o Chelsea pode ser campeão novamente.

Dois motivos de otimismo são as novas contratações, Michy Batshuayi e N'Golo Kanté, que parecem se encaixar bem no estilo de Conte. Um dos maiores desafios do treinador será tirar o melhor de Eden Hazard, que tem potencial para ser melhor do que foi durante a péssima última temporada e até da anterior".

MÁRIO MARRA (blogueiro do LANCE!)
"A expectativa é de uma temporada melhor. A última campanha foi inaceitável. Agora tem o Conte e no amistoso contra o Liverpool vi a dificuldade dos Reds em finalizar. Ele está iniciando seu trabalho agora, talvez tenha dificuldade. Acho que a contratação do Kanté foi muito boa, principalmente pensando na ideia de jogo do Conte. Tirar ele do Leicester foi uma sacada cara, mas boa. A possibilidade de voltar a disputar a Champions é grande, pois tem um treinador bom e um elenco de qualidade, mas acho que ainda vai precisar de um tempo de adaptação".

Leicester - Time
Liverpool na pré-temporada (Foto: Michael B. Thomas / AFP)

LEICESTER
Maior surpresa do futebol mundial nos últimos anos, o Leicester tem uma temporada de afirmação. Atual campeão inglês, os Foxes têm a missão de mostrar que o inédito título não foi uma mera obra de sorte, e manter uma boa posição na tabela. Além disso, faz sua estreia na Liga dos Campeões.

Um grande trunfo é a manutenção do elenco. Apenas dois saíram o time: o volante Lanté e o atacante Kramaric, que já estava fora da equipe, emprestado ao Hoffenheim. A diretoria conseguiu segurar o artilheiro Vardy, e ao que tudo indica, Mahrez também fica. Dos reforços, Musa já empolgou na pré-temporada, com um golaço em cima do Barcelona, e Kapustka é promissor. Os outros vão compor bem o elenco para uma temporada longa sob o comando de Claudio Ranieri, que teve o seu contrato renovado.

Time-base: Schmeichel, Simpson, Morgan, Huth e Fuchs; Mendy, Drinkwater, Albrighton (Kapustka) e Mahrez; Okazaki (Musa) e Vardy

Contratações: Zieler (Hannover), Hernández (Gijón), Uche (Rayo Vallecano), Mendy (Nice), Musa (CSKA) e Kapustka (Cracovia)

Saídas: Kramaric (Hoffenheim) e Kanté (Chelsea)

Posições nos últimos cinco anos: 2015/16 (campeão), 2014/15 (14º), 2013/14 (campeão da Segunda Divisão), 2012/13 (sexto na Segunda Divisão), 2011/12 (nono na Segunda Divisão)

Patrocínio master: O valor do patrocínio do Leicester é bem abaixo dos rivais. Leva apenas US$ 1,3 milhão (R$ 4 milhões) da King Power para estampar sua marca na camisa. Porém, é a mesma empresa do dono do clube, que tem os naming rights do estádio. Ou seja, o investimento real é bem maior.

Valor que veio da TV: 93 milhões de libras (R$ 378,8 milhões)

OPINIÕES
PAUL DOYLE (Guardian)
"Algumas pessoas parecem pensar que o Leicester pode fazer o que fez novamente. Uma das razões pela qual não é possível é que os grandes clubes parecem ter aprendido muito com a última temporada. City, United e Chelsea, por exemplo, tiveram mais discernimento neste verão, buscando treinadores de elite para melhorar seus elencos e métodos para reestabelecer a ordem natural das coisas. Com melhores técnicos e jogadores, isso deve mudar, especialmente quando um dos novos jogadores do Chelsea é N'Golo Kanté, um herói do Leicester na última temporada".

MÁRIO MARRA (blogueiro do LANCE!)
"A grande notícia do Leicester é a renovação do contrato do Ranieri. Mas perdeu jogadores importantes, como o Kanté. Tenho dúvidas se o Ranieri vai conseguir manter o foco dos jogadores, que são bons. Era um objetivo muito forte para um ano. Para o outro, tem um calendário mais complicado, porque tem a Champions. E precisa manter a cabeça concentrada. Talvez seja um ano mais complicado, mas eu não apostava no ano passado e não aposto nesse ano também".

Liverpool - Time
Liverpool na pré-temporada (Foto: Michael B. Thomas / AFP)

LIVERPOOL
Um ano importante para o Liverpool. Muito tradicional, mas sem vencer o Campeonato Inglês desde 1990, os Reds contam com o badalado treinador Jürgen Klopp, que vai ter sua primeira temporada desde o início no clube, e poderá implementar o seu trabalho de forma integral. Em 2015/16, conviveu com altos e baixos, mas mostrou momentos promissores.

O time manteve os seus principais jogadores, como Philippe Coutinho, Sturridge, Milner e Lallana. Conta com bons jovens valores, como Ojo, Origi e Brannagan, e o seu principal reforço foi Mané, ex-Southampton

Time-base: Mignolet, Clyne, Lovren, Matip (Klavan ou Sakho) e Alberto Moreno; Henderson, Milner, Emre Can (Wijnaldum) e Philippe Coutinho; Mané (Roberto Firmino) e Sturridge

Contratações: Matip (Schalke 04), Karius (Mainz), Mané (Southampton), Klavan (Augsburg), Manninger (Augsburg) e Wijnaldum (Newcastle)

Saídas: Kolo Touré (Celtic), José Enrique (dispensado), João Carlos Teixeira (Porto), Sinclair (Watford), Sanós (Norwich), Skrtel (Fenerbahçe), Ibe (Bournemouth), Allen (Stoke), Smith (Bournemouth)

Posições nos últimos cinco anos: 2015/16 (oitavo), 2014/15 (sexto), 2013/14 (segundo), 2012/13 (sétimo), 2011/12 (oitavo)

Valor do patrocínio master: O Liverpool tem o Standard Chartered como patrocinador máster. O banco investe US$ 43 milhões (R$ 134,5 milhões) no clube.

Valor que veio da TV
: 90,4 milhões de libras (R$ 368,2 milhões)


OPINIÕES
ANDY HUNTER (Guardian)
"Na temporada de estreia de Klopp, o Liverpool redescobriu o caminho para as finais de campeonato, mesmo com as derrotas da Liga Europa e na Copa da Liga reforçando sua reputação de vice. Agora, assim como em 2013/14, a falta de jogos no meio da semana pode ajudar o Liverpool e ser uma vantagem para dar mais energia e intensidade ao jogo que Klopp quer, assim como para sua devoção por detalhes no treinamento. No entanto, diferente de sua última campanha sem nenhuma competição europeia, o Liverpool não tem um talento como o de Luis Suárez, que pode dar medo a qualquer defesa. O maior nome que chegou ao Anfield até agora é o novo contrato de Klopp, mas a consternação pela falta de nomes parece equivocada. Felizmente para construção de equipe e do espírito em Anfield, Klopp não tem uma preocupação com nomes individuais. Foi o coletivo que permitiu o Dortmund a vencer dois títulos da Bundesliga com ele e é como ele se vê competindo contra a riqueza oferecida em Manchester e Londres".

MÁRIO MARRA (blogueiro do LANCE!)
"Liverpool contará com o primeiro ano cheio do Klopp. A chegada do Mane, bom jogador, vai dar mais velocidade a um setor que não tinha. Agora divide, de certa forma, com o Coutinho. O Gruji? foi bem nos amistosos, mas é muito jovem e talvez sinta. O Wijnaldum estava bem no Newcastle e pode acrescentar em um setor que precisa, do meio para o ataque, a transição. Não sei como será o time ideal. Matip é uma boa contratação, zagueiro que saiu do Schalke, acho que dará uma boa tranquilidade. O Karius chega para fazer sombra ao Mignolet, mas ele já se machucou. O Liverpool foi um time maravilhoso contra o Barcelona. O time marcou a saída de bola dentro da área do Barça e tem Anfield com uma atmosfera maravilhosa. Mas não dá para falar em título".

Manchester City - Time
Manchester City na pré-temporada JONATHAN NACKSTRAND / AFP)

MANCHESTER CITY
A grande atração do clube nesta temporada é a chegada de Pep Guardiola. O badalado e vitorioso treinador, visto por muitos como o melhor do mundo, chegou ao clube inglês e promete muito. A questão é se conseguirá fazer a união entre a sua filosofia e o estilo do futebol inglês.

O clube já investiu bem em contratações. Acertou com o volante Gündogan, com o zagueiro Stones, e com os atacantes Nolito, Gabriel Jesus e Marlos Moreno. Sendo que o brazuca chega em janeiro, e o colombiano será emprestado ao La Coruña. Outros reforços ainda devem chegar, e uma barca pode zarpar do Etihad Stadium, que pode ter jogadores importantes, como Zabaleta, Fernando, Nasri, Bony, Navas e Mangala. E Fernandinho pode ser utilizado como zagueiro.

Time-base: Hart, Sagna, Kompany, Stones (Fernandinho) e Clichy (Kolarov); Gündogan, Yaya Touré, De Bruyne e Sterling; Sané (David Silva) e Agüero

Contratações: Gündogan (Borussia Dortmund), Mooy (Melbourne City), Nolito (Celta), Zinchenko (Ufa), Sané (Schalke 04), Gabriel Jesus (Palmeiras), Marlos Moreno (Atlético Nacional) e Stones (Everton)

Saídas: Demichelis (Espanyol), Gabriel Jesus (emprestado ao Palmeiras), Marlos Moreno (La Coruña) e Mooy (Huddersfield Town)

Posições nos últimos cinco anos
: 2015/16 (quarto), 2014/15 (segundo), 2013/14 (campeão), 2012/13 (segundo), 2011/12 (campeão)

Patrocínio master: O City conta com o patrocínio de US$ 57 milhões (R$ 178,3 milhões) da Etihad Airways, que estampa a sua marca na camisa dos Citizens e dá nome ao estádio.

Valor que veio da TV: 96,8 milhões de libras (R$ 394,3 milhões)

OPINIÕES
PAUL WILSON (Guardian)
"Então o show começa na Premier League, com Guardiola destinado a provar seu valor em circunstâncias difíceis de prever há quatro anos. Enquanto o City originalmente esperava se destacar e roubar os holofotes dos rivais apresentando o técnico mais reverenciado no mercado, agora pode ser discutido que Guardiola pode não ser o melhor treinador nem em Manchester.

Do lado positivo, o City continua tendo o acima da média Kevin De Bruyne para moldar, sempre levará perigo de bom se Sergio Agüero estiver bem, contratou Ilkay Gündogan, Leroy Sané e Nolito para melhorar as opções no meio-campo (Gabriel Jesus inicialmente ficará emprestado ao Palmeiras) e pode estar prestes a vencer a corrida, na verdade mais em câmera lenta, para assinar com John Stones. A tarefa principal de Guardiola será ligada a isso, fazer o City parecer e sentir que pertence a elite europeia".

MARIO MARRA (blogueiro do LANCE!)
O City já tem um time melhor arrumado, então acredito que o Guardiola deixa de passar por alguns problemas, mesmo chegando agora. Gosto muito do Stones, mesmo sendo caro. O City vem gastando muito com ingleses (Sterling custou 49 milhões de libras). É um jogador jovem e acho que será titular. O Kompany tem sofrido com contusões. Vamos ver como será ele com Otamendi e Mangala. Gündogan acrescenta muito. O De Bruyne é muito bom e ficou, assim como Aguero. Meu favorito é o City.

Manchester x Leicester
Manchester United levou a Community Shield (Foto:AFP)

MANCHESTER UNITED
Se o Manchester City tem uma temporada para conhecer Guardiola, o Manchester United conta com a chegada de José Mourinho. Os Red Devils ainda não conseguiram se encontrar desde que Sir Alex Ferguson se aposentou, está fora até da Liga dos Campeões, e o português tem a missão de fazer o maior campeão do torneio voltar a levantar o troféu. Começou bem, levando a Community Shield.

A movimentação no mercado foi intensa. Mourinho foi cirúrgico nas contratações, acertando com um grande valor para cada setor. O promissor Bailly veio para a zaga, Mkhitaryan chegou do Borussia Dortmund para o meio mais ofensivo, Pogba chegou como a contratação mais cara da história, para jogar um pouco mais atrás, e Ibrahimovic veio para comandar o ataque. Resta a Mou encaixar todos eles com outros como Rooney e Martial. Ainda deve sair uma barca com Mata, Schweinsteiger, Blind, Rojo e outros.

Time-base: De Gea, Valencia (Darmian), Smalling, Bailly e Shaw; Schneiderlin, Pogba e Mkhitaryan; Rooney, Martial e Ibrahimovic

Contratações: Bailly (Villarreal), Ibrahimovic (PSG), Mkhitaryan (Borussia Dortmund) e Pogba (Juventus)

Saídas: Valdés (Middlesbrough)

Posições nos últimos cinco anos: 2015/16 (quinto), 2014/15 (quarto), 2013/14 (sétimo), 2012/13 (campeão), 2011/12 (segundo)

Patrocínio master: O clube inglês tem como patrocínio master a montadora de carros Chevrolet, que paga cerca de US$ 80 milhões (R$ 250 milhões) por temporada.

Valor que veio da TV: 96,3 milhões de libras (R$ 392,3 milhões)


OPINIÕES
PAUL WILSON (Guardian)
"É verdade que o United teve quatro treinadores nas últimas três temporadas, mas ao mesmo tempo em que o clube não se sente a vontade com isso, já que é orgulhoso por ter mantido um técnico durante 27 anos, tudo será esquecido se Mourinho for tão bem quanto todos esperam. Ele certamente começou como se quisesse riscar os eventos passados, mesmo que tenha sido desnecessariamente duro com Bastian Schweinsteiger. Ele fez uma transferência para agradar o público quando assinou com Zlatan Ibrahimovic, uma necessária com Eric Bailly e uma sensata com Henrikh Mkhitaryan, mesmo que a principal seja a chegada de Paul Pogba por um recorde de transferência.

Se Mourinho falhar com Pogba, será uma enorme falha, mas tudo indica que isso não vai acontecer. Pogba seria titular em qualquer equipe da Europa e, embora as somas sejam grandes, Mourinho está simplesmente posicionando o United aonde ele e os torcedores acreditam que eles pertencem, na frente por todos os talentos, independente do preço e das circunstâncias".

MÁRIO MARRA (blogueiro do LANCE!)
"O United terá o reforço do grande José Mourinho, que confere ao time uma autoridade diferente. Ele conhece a Premier League, sabe dar as declarações polêmicas na hora certa e desarticular o adversário. Sabe mexer com a imprensa. A chegada do Baily é muito boa, ele vai reforçar a defesa e dá para imaginar uma dupla forte dele e do Smalling. Mkhitaryan também é bom. Mas, sem dúvidas, Pogba e Ibra vão, além de dar mais experiência,vão assustar os adversários. Todos vão saber os valores envolvidos, é diferente. Vamos ver como será o comportamento do Rooney. Apesar de ser um time forte, tenho dúvidas se o Mourinho conseguirá dar sua cara rápido. Talvez leve um tempo e pode custar o título".

OUTROS TIMES
Entre os outros concorrentes ao título, o que empolga mais é o Tottenham, que brigou com o Leicester até o fim na temporada passada. Tem jogadores jovens com muito talento, como Kane, Dele Alli, Dier, e tem uma base forte que conta ainda com Lloris, Rose, Waler, Alderweireld, Vertonghen, Lamela e Eriksen. O West Ham também vem de uma temporada boa, está conseguindo segurar Payet, tem alguns reforços, e uma nova casa, o Estádio Olímpico.

Outros clubes, como Everton, Southampton e Stoke têm bons times e buscam subir de patamar. Burnley, Hull e Middlesbrough são os times que vêm da Segunda Divisão, e devem ficar na parte de baixo da tabela, assim como Bournemouth, Crystal Palace, Sunderland, Swansea, Watford e West Bromwich Albion.